A EXPANSÃO DA AGROINDÚSTRIA CANAVIEIRA E A PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO: OS MIGRANTES PIAUIENSES NA MICRORREGIÃO GEOGRÁFICA DE ITUIUTABA - MG

Autores

  • Luiz Carlos Santos da Silva FACIP/UFU
  • Joelma Cristina dos Santos FACIP/UFU

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG155126033

Palavras-chave:

Agroindústria canavieira, Migrante, Precarização do trabalho

Resumo

A partir da década de 1990 com a chegada de diversas agroindústrias canavieiras na Microrregião Geográfica de Ituiutaba, ocorreram várias mudanças no campo e na cidade, pois com a expansão da cana-de-açúcar, foi necessário buscar mão-de-obra em outras regiões do país para o trabalho nos canaviais. É neste momento que centenas de trabalhadores migrantes se deslocam todos os anos da região Nordeste do país para o trabalho no corte da cana nesta região, submetendo-se a um trabalho degradante, pois as condições de trabalho oferecidas por essas agroindústrias são precárias, seja no que refere-se às condições de moradia, de alimentação, transporte e nos rendimentos mensais. Neste sentido, precisamos entender os motivos que levam os trabalhadores nordestinos a abandonarem suas terras, pois muitos são pequenos proprietários em suas regiões de origem, suas famílias e amigos para buscar trabalho em outras regiões do país.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joelma Cristina dos Santos, FACIP/UFU

Professora Doutora do Curso de Geografia - FACIP/UFU

Downloads

Publicado

24-09-2014

Como Citar

SILVA, L. C. S. da; SANTOS, J. C. dos. A EXPANSÃO DA AGROINDÚSTRIA CANAVIEIRA E A PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO: OS MIGRANTES PIAUIENSES NA MICRORREGIÃO GEOGRÁFICA DE ITUIUTABA - MG. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 15, n. 51, p. 140–153, 2014. DOI: 10.14393/RCG155126033. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/26033. Acesso em: 12 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos