REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE JOVENS VOTANTES DE 16 E 17 ANOS EM GUARAPUAVA/PR: TERRITORIALIDADE E COMPORTAMENTO POL͍TICO-PARTIDÁRIO

Autores

  • Lara Pires Weissböck Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO)
  • Márcia da Silva Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO)

Palavras-chave:

Geografia Política

Resumo

O objetivo deste texto é o de buscar compreender as representações sociais e as disposições que os jovens votantes de 16 e 17 anos, matriculados em escola pública que oferta cursos na modalidade regular e técnica na cidade de Guarapuava/PR, têm sobre o sistema político e ao reconhecimento de respectivas formas de legitimidade política (voto), bem como se essas representações proporcionam a formação de uma identidade política. A pesquisa empírica, fundamentada na aplicação de 97 questionários na Escola Carneiro Martins se deu no período pré-eleição municipal em 2012. A proposta de averiguação da problemática vinculou-se a categoria analítica territorialidade, uma vez que se refere às relações entre um indivíduo ou grupo social e seu meio de referência, manifestando-se nas várias escalas geográficas e expressando um sentimento de pertencimento e um modo de agir no âmbito de dado território. Na busca pelas representações sociais desses jovens foi possível constatar que os mesmos se consideram parte de um grupo preocupado com a política do país, mas são descrentes em relação às instituições políticas e que há uma negação frente às formas tradicionais de participação, sendo que as ações coletivas juvenis parecem ser de caráter descontínuo e conformista. Além disso, estes jovens compreendem a política como sendo algo restrito a política partidária e não às relações cotidianas, o que pode ser justificar pelo pouco que discutem sobre a política, ao menos na forma como a compreendem. Estes jovens, por outro lado, se mostram motivados a participarem de determinadas ações em prol de algo que acreditam e, portanto, propõem-se a necessidade de uma formação política e político-partidária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lara Pires Weissböck, Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO)

Mestre em Geografia, especialista em Educação Especial, Formada em Pedagogia e atualmente acadêmica de Geografia.

Márcia da Silva, Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO)

Graduada e pós-graduada em Geografia pela Universidade Estadual Paulista - UNESP/Presidente Prudente. Desenvolve pesquisas em temáticas voltadas à Geografia Política, mais especificamente sobre poder local, redes e dinâmica do território, áreas nas quais tem projetos financiados pelo CNPq e pela Fundação Araucária.

Downloads

Publicado

21-07-2015

Como Citar

Pires Weissböck, L., & da Silva, M. (2015). REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE JOVENS VOTANTES DE 16 E 17 ANOS EM GUARAPUAVA/PR: TERRITORIALIDADE E COMPORTAMENTO POL͍TICO-PARTIDÁRIO. Caminhos De Geografia, 16(54). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/24937

Edição

Seção

Artigos