AS POSSIBILIDADES DA REVOLUÇÃO CULTURAL: UM PARALELO ENTRE AS CONCEPÇÕES DE HERBERT MARCUSE E HENRI LEFEBVRE

Autores

  • Paulo Irineu Barreto Fernandes Instituto Federal do Triângulo Mineiro
  • Rosselvelt José Santos Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG155224258

Palavras-chave:

Herbert Marcuse, Arte, Revolução, Henri Lefebvre, Cotidiano, Ideologia

Resumo

O objetivo deste artigo é estabelecer uma relação entre as concepções de revolução cultural em Marcuse e Lefebvre, a partir da maneira como os dois filósofos visualizaram a revolução, no contexto do capitalismo. Os pontos de partida são: a crítica marcuseana ao caráter afirmativo da cultura e a crítica de Lefebvre à ideologia capitalista. Defende-se a hipótese de que as razões que levaram Marcuse a se aproximar das manifestações artísticas revolucionárias foram as mesmas que fizeram Lefebvre se aproximar do estudo do cotidiano. Para realizar a pesquisa, a metodologia aplicada foi revisão de literatura e leitura de obras dos autores em que as questões propostas aparecem com mais frequência, a saber: o texto "33 teses", do livro Tecnologia, guerra e fascismo, os textos "A arte na sociedade unidimensional" e "Sobre o caráter afirmativo da cultura", de Marcuse e os textos "Filosofia e conhecimento do cotidiano", "Como nomear a sociedade atual?" e "Rumo a uma revolução cultural permanente", do livro A vida cotidiana no mundo moderno, de Lefebvre. Concluímos, provisoriamente, que enquanto em Marcuse a revolução cultural exige uma mudança na sensibilidade; em Lefebvre, a revolução cultural se dá no próprio processo do cotidiano. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Irineu Barreto Fernandes, Instituto Federal do Triângulo Mineiro

Doutorando em Geografia Humana e Cultural no Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlãndia - Professor de Filosofia no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro

Rosselvelt José Santos, Universidade Federal de Uberlândia

Professor Associado IV da Universidade Federal de Uberlândia.

Downloads

Publicado

12-12-2014

Como Citar

FERNANDES, P. I. B.; SANTOS, R. J. AS POSSIBILIDADES DA REVOLUÇÃO CULTURAL: UM PARALELO ENTRE AS CONCEPÇÕES DE HERBERT MARCUSE E HENRI LEFEBVRE. Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 15, n. 52, p. 91–99 , 2014. DOI: 10.14393/RCG155224258. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/24258. Acesso em: 1 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos