FITOSSOCIOLOGIA E GRUPOS ECOLÓGICOS DA REGENERAÇÃO ARBÓREA DE FLORESTA SECUNDÁRIA URBANA ÀS MARGENS DE UM RESERVATÓRIO H͍DRICO (JUIZ DE FORA, MG, BRASIL)

Autores

  • Thaisa Thielmman Araujo Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Juiz de Fora, MG, Brasil
  • Vinícius Campos de Almeida Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Juiz de Fora, MG, Brasil
  • José Hugo Campos Ribeiro Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Juiz de Fora, MG, Brasil
  • Fabricio Alvim Carvalho Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Juiz de Fora, MG, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG165424235

Palavras-chave:

Regeneração natural, Floresta urbana, Diversidade, Sucessão florestal, Síndrome de dispersão de sementes

Resumo

O estudo analisou a estrutura fitossociológica e grupos ecológicos do estrato regenerante de um fragmento florestal urbano no Campus da UFJF, Juiz de Fora, MG. Foram alocadas 25 parcelas aleatórias de 5 x 5 m, onde todos os indivíduos com altura ≥ 1 m e DAP < 5 cm (DAP: diâmetro a altura do peito a 1,30 m do solo) foram amostrados e identificados. Foram amostrados 1053 indivíduos, pertencentes a 119 espécies e 27 famílias, sendo Melastomataceae (30 espécies), Fabaceae (13) e Myrtaceae (13), as famílias mais ricas, somando 47,1% das espécies. As espécies mais importantes em termos fitossociológicos foram Cupania ludowigii, Syzygium jambos, Alchornea triplinervia, Bauhinia forficata, Psychotria vellosiana, Miconia elegans e Allopylus edulis, que juntas somaram 50% do valor de importância (VI). O índice de Shannon (H’ = 3,68 nats.ind-1) e de equabilidade de Pielou (J = 0,77) demonstram a presença de dominância ecológica. A análise dos grupos ecológicos mostrou predominância de indivíduos pertencentes a espécies pioneiras (62%) e com síndrome de dispersão zoocórica (81%). Os resultados mostram uma comunidade com dificuldades para avançar para estágios sucessionais mais avançados, porém com grande valor ecológico para a área urbana da região estudada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

21-07-2015

Como Citar

ARAUJO, T. T.; DE ALMEIDA, V. C.; RIBEIRO, J. H. C.; CARVALHO, F. A. FITOSSOCIOLOGIA E GRUPOS ECOLÓGICOS DA REGENERAÇÃO ARBÓREA DE FLORESTA SECUNDÁRIA URBANA ÀS MARGENS DE UM RESERVATÓRIO H͍DRICO (JUIZ DE FORA, MG, BRASIL). Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 16, n. 54, p. 113–124, 2015. DOI: 10.14393/RCG165424235. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/24235. Acesso em: 28 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos