AVALIAÇÃO DOS PARÂMETROS QUALI-QUANTITATIVOS DAS ÁGUAS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO MARIMBONDO, UBERLÂNDIA (MG)

Autores

  • Juliana Gonçalves Santos Universidade Federal de Uberlândia
  • Luiz Antônio de Oliveira Professor da Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG155022528

Palavras-chave:

Bacia Hidrográfica, Córrego Marimbondo, Parâmetros qualiquantitativos

Resumo

Esse trabalho tem por objetivo avaliar a os aspectos quali-quantitativos das águas da Bacia Hidrográfica do Córrego Marimbondo, localizada no município de Uberlândia, Minas Gerais. Para avaliar a disponibilidade hídrica foram instalados vertedouros triangulares, no qual foram feitas leituras de vazão durante um ano. Foram retiradas também, amostras de água em dois pontos nos córregos Marimbondo e Moreno para caracterização hidroquímica. A disponibilidade hídrica da bacia está diretamente associada à sazonalidade climática, sendo que, na estação chuvosa a vazão é maior, chegando a 46 m³/h, na nascente do Córrego Desconhecido. No período de estiagem, a drenagem superficial é mantida pela contribuição de água subterrânea, sendo a disponibilidade de água menor, 1,9 m³/h no Córrego dos Morenos. Em relação á vazão específica, a bacia mais eficiente em relação à produção hídrica foi o córrego Vazante com 23,38, seguida do córrego dos Morenos, com 15,96, e por último, o córrego Desconhecido, com 4,55 de vazão específica. A partir dos resultados da análise hidroquímica da água de dois pontos na bacia, a água pode ser classificada como bicarbonatada magnesiana cálcica. Não foram encontrados traços de resíduos de agrotóxicos ou outro contaminante nas amostras analisadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

13-06-2014

Como Citar

SANTOS, J. G.; OLIVEIRA, L. A. de. AVALIAÇÃO DOS PARÂMETROS QUALI-QUANTITATIVOS DAS ÁGUAS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO MARIMBONDO, UBERLÂNDIA (MG). Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 15, n. 50, p. 67–78, 2014. DOI: 10.14393/RCG155022528. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/22528. Acesso em: 29 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos