A FEIRA-LIVRE COMO HERANÇA ALGODOEIRA EM UNIÃO DOS PALMARES-ALAGOAS E SUA CONSTITUIÇÃO NA ATUALIDADE COMO CIRCUITO INFERIOR

Autores

  • Carlos Eduardo Nobre
  • Carlos Belo
  • Eriano Francisco da Silva

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG154922088

Palavras-chave:

Espaço geográfico, Território usado, Algodão, Feira-livre, Feirantes

Resumo

A feira-livre é uma importante atividade comercial que promove o crescimento econômico, o desenvolvimento social e cultural. No decorrer de sua evolução, as feiras-livres, como ponto de encontro entre o rural e o urbano, se consolidaram em importantes fornecedoras de suprimentos das cidades, principalmente nos pequenos municípios do Nordeste. A feira-livre é mais que um ponto de compra e venda de mercadorias. Ela promove a integração social e também preserva características culturais. Nessa ótica, este trabalho teve como objetivo analisar a feira-livre do município de União dos Palmares - Alagoas, vista sob a perspectiva de sua importância na dinâmica territorial a partir da produção algodoeira. A metodologia utilizada teve como base a pesquisa bibliográfica, bem como observações diretas e entrevistas com os feirantes, procurando identificar, a partir da teoria dos dois circuitos da economia urbana (SANTOS, 2008) os elementos, fatores e eventos que explicam a dinâmica da feira-livre bem como sua resistência no presente momento histórico. Dessa forma, mesmo quando se atribui a feira-livre como pertencente ao circuito inferior da economia, ela ainda se torna uma atividade urbana relevante, pois reflete as condições econômicas, políticas, sociais e culturais do lugar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

28-03-2014

Como Citar

NOBRE, C. E.; BELO, C.; SILVA, E. F. da. A FEIRA-LIVRE COMO HERANÇA ALGODOEIRA EM UNIÃO DOS PALMARES-ALAGOAS E SUA CONSTITUIÇÃO NA ATUALIDADE COMO CIRCUITO INFERIOR. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 15, n. 49, p. 27–40, 2014. DOI: 10.14393/RCG154922088. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/22088. Acesso em: 13 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos