ESTRUTURA E GRUPOS ECOLÓGICOS DE UM FRAGMENTO DE FLORESTA ESTACIONAL SEMIDECIDUAL NO TRIÂNGULO MINEIRO, BRASIL

Autores

  • Dannyel Sá Universidade Federal de Uberlândia
  • Sérgio Lopes Universidade Estadual da Paraíba
  • Jamir Afonso do Prado Júnior Instituto de Biologia - Universidade Federal de Uberlândia
  • Ivan Schiavini Universidade Federal de Uberlândia
  • Vagner Vale Universidade Federal de Uberlândia
  • Ana Paula Oliveira Universidade Federal de Uberlândia
  • Olavo Dias-Neto Fundação Carmelitana Mário Palmério
  • André Eduardo Gusson Universidade Luterana do Brasil, ULBRA

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG134417767

Palavras-chave:

Fitossociologia, Estrutura vertical, Síndrome de dispersão, Grupos sucessionais

Resumo

Foi realizado o levantamento fitossociológico de um fragmento de floresta estacional semidecidual localizado na reserva legal da Fazenda São Pedro-Itaú. O estudo analisou um hectare do fragmento utilizando 25 parcelas permanentes de 20 x 20 m, onde todos os indivíduos vivos arbóreos com circunferência a altura do peito maior que 15 cm foram amostrados e identificados. As espécies foram classificadas quanto aos grupos sucessionais e síndromes de dispersão. Foram amostrados 1144 indivíduos distribuídos em 103 espécies e 41 famílias. O valor de equabilidade e do índice de diversidade de Shannon foram 0,83 e 3,87, respectivamente. Neste fragmento 17% são espécies pioneiras, 49% secundárias iniciais e 34% secundárias tardias, demonstrando um estágio intermediário de sucessão. Ocorre alta porcentagem de espécies zoocóricas (67%), podendo indicar alta atividade da fauna dispersora. O sub-bosque com alta porcentagem de espécies zoocóricas e baixo número de pioneiras também reforçam um estádio intermediário, progredindo a um estádio de mais avançado, na sucessão florestal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dannyel Sá, Universidade Federal de Uberlândia

Mestre em Ecologia pela Universidade de Brasília, UNB, Brasil

Sérgio Lopes, Universidade Estadual da Paraíba

Professor Adjunto, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós Graduação em Ecologia e Conservação, Universidade Estadual da Paraíba

Jamir Afonso do Prado Júnior, Instituto de Biologia - Universidade Federal de Uberlândia

Doutorando em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais pela Universidade Federal de Uberlândia, tem mestrado em Biologia Vegetal com ênfase em Ecologia Vegetal, atuando principalmente com fitossociologia, grupos funcionais e diversidade funcional de comunidades arbóreas.

Ivan Schiavini, Universidade Federal de Uberlândia

Professor Associado III da Universidade Federal de Uberlândia

Vagner Vale, Universidade Federal de Uberlândia

Pós Doutorado em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais, CAPES/UFU

Ana Paula Oliveira, Universidade Federal de Uberlândia

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Uberlândia (2002), mestrado em Ecologia pela Universidade de Brasília (2005) e doutorado em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais pela Universidade Federal de Uberlândia (2011). Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em ECOLOGIA VEGETAL, atuando principalmente nos seguintes temas: ecologia de populações, levantamento fitossociológico, dinâmica de comunidades vegetais.

Olavo Dias-Neto, Fundação Carmelitana Mário Palmério

Possui graduação em Ciencias Biológicas pela Universidade Federal de Uberlândia (2003) e mestrado em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais pela Universidade Federal de Uberlândia (2009). Atualmente é professor da FUNDA

André Eduardo Gusson, Universidade Luterana do Brasil, ULBRA

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Uberlândia (2008). Mestrado em Ecologia e Conservação dos Recursos Naturais pela Universidade Federal de Uberlândia (2011). Experiência na área de ecossistemas florestais e savânicos, desenvolvendo pesquisas junto ao grupo de trabalho no Lab. de Ecologia Vegetal - UFU. Atualmente é professor no Instituto de Biologia, ILES/ULBRA.

Downloads

Publicado

18-12-2012

Como Citar

SÁ, D.; LOPES, S.; DO PRADO JÚNIOR, J. A.; SCHIAVINI, I.; VALE, V.; OLIVEIRA, A. P.; DIAS-NETO, O.; GUSSON, A. E. ESTRUTURA E GRUPOS ECOLÓGICOS DE UM FRAGMENTO DE FLORESTA ESTACIONAL SEMIDECIDUAL NO TRIÂNGULO MINEIRO, BRASIL. Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 13, n. 44, p. 89–101, 2012. DOI: 10.14393/RCG134417767. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/17767. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos