IMPACTOS SOCIAIS E URBANÍSTICOS DOS LOTEAMENTOS FECHADOS NO SETOR SUL DE UBERLÂNDIA - UM ESTUDO DE CASO

Autores

  • Marcos Roberto Alves da Silva UFU/FAGEN
  • Camila Ribeiro Campos FAGEN/UFU/UAB
  • Carla Francisca Galvão Finizola FAGEN/UFU/UAB
  • Eliene Greek Novaes FAGEN/UFU/UAB
  • Liliana de Castro Alvares FAGEN/UFU/UAB.
  • Maria Letícia Vieira Moura FAGEN/UFU/UAB

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG134317370

Palavras-chave:

condomínios fechados, loteamentos fechados, sistema viário, espaço público.

Resumo

O presente artigo discute os impactos sociais e urbanísticos dos loteamentos fechados no município de Uberlândia. Trata-se de estudo de caso e pesquisa descritiva e de campo desenvolvido por formandos do curso de Pós-Graduação em Gestão Pública Municipal, da Universidade Federal de Uberlândia, com o objetivo de identificar as consequências, para a cidade, da expansão dos loteamentos fechados. Para tal, foram analisados os aspectos urbanísticos e sociais desses loteamentos inseridos no contexto urbano. O objeto do estudo de caso foram os loteamentos fechados localizados no Setor Sul de Uberlândia, onde há uma maior concentração dessa forma de parcelamento e ocupação do solo. Os resultados mostram os impactos negativos desses empreendimentos na cidade. Fatores como aumento da segregação sócio-espacial, problemas na circulação de veículos e pedestres na cidade, apropriação privativa de espaços públicos, além da alteração da paisagem urbana foram identificados. Além da análise dos resultados indicar a inadequação dos loteamentos fechados ao princípio estabelecido no Estatuto da Cidade de que todos têm direito à cidade, indica-se a necessidade de pensar no planejamento das cidades de forma a alcançar um crescimento sustentável e a real função social destas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Roberto Alves da Silva, UFU/FAGEN

Professor e orientador do curso de especialização em Gestão Pública Municipal FAGEN/UFU/UAB.

Camila Ribeiro Campos, FAGEN/UFU/UAB

Graduada em Administração e em Arquitetura e Urbanismo pela UFU e Pós-graduanda em Gestão Pública Municipal pela FAGEN/UFU/UAB

Carla Francisca Galvão Finizola, FAGEN/UFU/UAB

Graduada em Ciências Econômicas pela UFU e Pós-graduanda em Gestão Pública Municipal pela UFU/FAGEN/UAB

Eliene Greek Novaes, FAGEN/UFU/UAB

Graduada em História pela UFU e Pós-graduanda em Gestão Pública Municipal pela UFU/FAGEN/UAB.

Liliana de Castro Alvares, FAGEN/UFU/UAB.

Graduada em Engenharia Civil pela UFU e Pós-graduanda em Gestão Pública Municipal pela UFU/FAGEN/UAB

Maria Letícia Vieira Moura, FAGEN/UFU/UAB

Graduada em Odontologia pela Universidade de Uberaba e Pós-graduanda em Gestão Pública Municipal pela UFU/FAGEN/UAB

Downloads

Publicado

15-09-2012

Como Citar

DA SILVA, M. R. A.; CAMPOS, C. R.; FINIZOLA, C. F. G.; NOVAES, E. G.; ALVARES, L. de C.; MOURA, M. L. V. IMPACTOS SOCIAIS E URBANÍSTICOS DOS LOTEAMENTOS FECHADOS NO SETOR SUL DE UBERLÂNDIA - UM ESTUDO DE CASO. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 13, n. 43, p. 1–17, 2012. DOI: 10.14393/RCG134317370. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/17370. Acesso em: 24 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos