UM ESTUDO DIAGNÓSTICO SOBRE OS IMPACTOS AMBIENTAIS DO TURISMO SOBRE A ORLA FLUVIAL DE CACHOEIRA DOURADA DE MINAS (MG)

Autores

  • Daniel Medeiros Maia Graduando no Curso de Geografia da FACIP-UFU
  • Bruno de Freitas Graduando no Curso de Geografia da FACIP-UFU
  • Anderson Pereira Portuguez . Professor do Curso de Geografia da FACIP-UFU

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG134116784

Palavras-chave:

Turismo, Planejamento, Degradação Ambiental , Cachoeira Dourada de Minas

Resumo

O presente trabalho traz um estudo realizado nas praias fluviais urbanas do município de Cachoeira Dourada de Minas (MG), onde o fluxo turístico que aflui para a cidade, sobretudo nos finais de semana, gera visivelmente uma infinidade de danos socioambientais. Para tanto, realizou-se pesquisas bibliográficas e documentais, além de trabalhos de campo na área estudada, onde as formas de uso do espaço turistificado e seus impactos foram fotografados e mapeados. Como resultado, constatou-se: descarte inadequado de resíduos sólidos, poluição visual, poluição sonora, excesso de fluxo em feriados prolongados, contaminação das águas com óleo combustível de embarcações e outros. Por fim, deve-se registrar o mais preocupante dos fatos: a falta de tratamento do esgoto gerado nos banheiros públicos e empreendimentos privados, que é direcionado para as mesmas praias onde os frequentadores inadvertidamente se banham. Propôs-se, por fim, algumas medidas para minimizar as causas e consequências dos problemas observados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

15-03-2012

Como Citar

MAIA, D. M.; DE FREITAS, B.; PORTUGUEZ, A. P. UM ESTUDO DIAGNÓSTICO SOBRE OS IMPACTOS AMBIENTAIS DO TURISMO SOBRE A ORLA FLUVIAL DE CACHOEIRA DOURADA DE MINAS (MG). Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 13, n. 41, p. 293–306, 2012. DOI: 10.14393/RCG134116784. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16784. Acesso em: 2 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos