ANÁLISE DA INFLUÊNCIA DA OCUPAÇÃO DO SOLO NA VARIAÇÃO TERMO-HIGROMÉTRICA POR MEIO DE TRANSECTOS NOTURNOS EM CUIABÁ-MT

Autores

  • Flávia Maria de Moura Santos Universidade Federal de Mato Grosso
  • Marta Cristina de Jesus Albuquerque Nogueira Universidade Federal de Mato Grosso

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG134116687

Palavras-chave:

Ocupação do solo, vegetação, microclima

Resumo

Os grandes aglomerados urbanos acabam criando um verdadeiro clima urbano gerado através da interferência dos fatores que se processam sobre a camada de limite urbano e que agem alterando o clima em escala local. As características urbanas associadas aos tipos e graus de adensamento e uso que recobrem o solo têm a capacidade de modificar os elementos climáticos que compõem a atmosfera local. Desta forma, esta pesquisa teve como objetivo a identificação das diferenças de temperatura e umidade intraurbana de Cuiabá-MT, por meio de transectos móveis noturno. Foram feitas medições em pontos pré-estabelecidos com diferentes ocupações do solo, utilizando-se um termohigrômetro digital, protegido por abrigo, acoplado na lateral de um veículo que saiu da periferia (rural), passou pelo centro e chegou ao extremo oposto da cidade. Destaca-se que áreas sob influência de grandes massas de vegetação, apresentaram características próprias com microclima diferentes as outras áreas da cidade, já que há uma contribuição na perda de energia para o meio e conseqüente queda de temperatura e aumento da umidade relativa do ar, evidenciando-se a importância da implantação de parques urbanos em locais de clima rigoroso como o de Cuiabá.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

15-03-2012

Como Citar

SANTOS, F. M. de M.; NOGUEIRA, M. C. de J. A. ANÁLISE DA INFLUÊNCIA DA OCUPAÇÃO DO SOLO NA VARIAÇÃO TERMO-HIGROMÉTRICA POR MEIO DE TRANSECTOS NOTURNOS EM CUIABÁ-MT. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 13, n. 41, p. 187–194, 2012. DOI: 10.14393/RCG134116687. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16687. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos