REDEFINIÇÕES TERRITORIAIS A PARTIR DE UM ESTUDO DE CASO COM OS RIBEIRINHOS NA VILA DOS "ALAGADOS" NO MUNICÍPIO DE BABAÇULÂNDIA-TO

Autores

  • Rosangela Ferreira da Rocha Sá Universidade Federal do Tocantins
  • Eliseu Pereira de Brito Universidade Federal do Tocantins

Resumo

Este artigo teve por objetivo analisar as (re)definições territoriais a partir de um estudo de caso com os ribeirinhos na Vila dos "Alagados" no município de Babaçulândia-TO, fomentando uma discussão da problemática territorial em torno da migração, enfocando os processos de desterritorialização e reterritorialização. Para fazer tal análise utilizamos como metodologia os trabalhos de Hesbaert (2006) Goettert (2007), Saquet (2008) e Mondardo (2009) dentre outros. A pesquisa também foi norteada por trabalhos de campo realizados na comunidade Vila dos Alagados. Para tanto, verificou-se por meio das narrativas dos ribeirinhos de forma implícita o conceito de território e migração e o que os processos migratórios representam para o cotidiano dos mesmos. Diante disso, notamos que a migração provoca o rompimento de laços afetivos, cultural e de identidade modificando, o cotidiano ribeirinho

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosangela Ferreira da Rocha Sá, Universidade Federal do Tocantins

SÁ, Rosangela Ferreira da Rocha. BRITO, Eliseu Pereira de.

Eliseu Pereira de Brito, Universidade Federal do Tocantins

SÁ, Rosangela Ferreira da Rocha. BRITO, Eliseu Pereira de.

Downloads

Publicado

14-12-2012

Como Citar

Sá, R. F. da R., & Brito, E. P. de. (2012). REDEFINIÇÕES TERRITORIAIS A PARTIR DE UM ESTUDO DE CASO COM OS RIBEIRINHOS NA VILA DOS "ALAGADOS" NO MUNICÍPIO DE BABAÇULÂNDIA-TO. Caminhos De Geografia, 13(44). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16631

Edição

Seção

Artigos