O CIRCUITO INFERIOR DE PRODUÇÃO NA METRÓPOLE DE SÃO PAULO: ELEMENTOS PARA O DEBATE DO TERRITÓRIO USADO

Autores

  • Silvana Cristina da Silva

Palavras-chave:

Circuito inferior de produção de confecção

Resumo

Para a compreensão do território usado faz-se necessário pensá-lo a partir dos lugares. Esses são expressão de como as materialidades de tempos pretéritos condicionam as ações do presente em um movimento contraditório, intenso e dinâmico, revelando a vida de relações do cotidiano vivido. A metrópole de São Paulo apresenta uma complexa superposição de divisões territoriais do trabalho do passado que são renovadas, segundo as variáveis do presente. A análise do circuito espacial de produção de confecção indica uma enorme quantidade de agentes que usam a cidade e criam a sua própria forma de extração de renda. Apresentamos um mapeamento desses agentes que encontram na metrópole o abrigo às suas necessidades, sobretudo encontram abrigo no circuito inferior da economia urbana, que se concentram em áreas do meio construído tornados desinteressantes para as economias do circuito superior.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvana Cristina da Silva

Possui graduação em Geografia (bacharelado e licenciatura, ambas concluídas em 2004) pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. Desenvolveu o mestrado, na mesma Universidade, tendo concluído sua dissertação em 2007 na área de Geografia Humana.

Downloads

Publicado

09-04-2012

Como Citar

Silva, S. C. da. (2012). O CIRCUITO INFERIOR DE PRODUÇÃO NA METRÓPOLE DE SÃO PAULO: ELEMENTOS PARA O DEBATE DO TERRITÓRIO USADO. Caminhos De Geografia, 13(41). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16483

Edição

Seção

Artigos