MEGAGEOMORFOLOGIA DO NOROESTE DO ESTADO DO CEARÁ

Autores

  • Vanda Claudino-Sales Universidade Federal do Ceará
  • Maria Valdete Lira Universidade Federal do Ceará

Palavras-chave:

Megageomorfologia

Resumo

A área de estudo localiza-se a noroeste do estado do Ceará, situada em um mosaico geológico e geomorfológico com características distintas. Trata-se do front norte da "Serra da Ibiapaba", que corresponde à escarpa da bacia sedimentar paleozóica do Parnaíba, dominada pela Formação Serra Grande. Na área também ocorre o "Sistema Médio Coreaú", que corresponde a estruturas pré-cambrianas parcialmente arrasadas pela erosão, contendo porém elementos geomorfológicos importantes, os quais conferem elevada movimentação aos terrenos. Essas estruturas passaram por longa evolução, em particular (1) nas fases do Ciclo Orogenético Brasiliano, ao final do Pré-cambriano, que colou o Brasil à Àfrica, gerando o megacontinente Panótia e produzindo extensas áreas dobradas e falhadas, acompanhadas de metamorfismos regionais e magmatismos, (2) na divisão do megacontinente Panótia, no início do Paleozóico, que resultou na formação da bacia sedimentar do Parnaíba, (3) na reativação tectônica cretácea, particularmente associada à divisão do Pangea, que soergeu os terrenos na forma de ombros de rift e (3) no Cenozóico, a partir da ação de processos erosivos comandados por climas secos. O resultado de tal processo evolutivo originou a Serra (glint) da Ibiapaba, a Depressão Sertaneja adjacente, do tipo "depressão periférica", e maciços cristalinos residuais. À exceção do topo do Glint da Ibiapaba, as demais localidades são fracamente povoadas, em razão da existência de vertentes muito íngremes e solos pouco desenvolvidos, o que empresta um caráter essencialmente natural à área de estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vanda Claudino-Sales, Universidade Federal do Ceará

Pós-doutoranda em Gemorfologia pela Universidade da Florida. Doutora em Geografia pela Universidade Sorbonne. Mestre em Geografia Física pela Universidade de São Paulo. Professora do Departamento de Geografia da Universidade Federal do Ceará e Adjunto-visitante da Universidade da Flórida.

Maria Valdete Lira, Universidade Federal do Ceará

Geógrafa, pesquisadora do Laboratório de Geomorfologia Ambiental, Costeira e Continental - LAGECO, do Departamento de Geografia da Universidade Federal do Ceará.

Downloads

Publicado

10-08-2011

Como Citar

Claudino-Sales, V., & Lira, M. V. (2011). MEGAGEOMORFOLOGIA DO NOROESTE DO ESTADO DO CEARÁ. Caminhos De Geografia, 12(38). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16343

Edição

Seção

Artigos