ESTRUTURA E CARACTERIZAÇÃO SUCESSIONAL DA COMUNIDADE ARBÓREA DE UM REMANESCENTE DE FLORESTA ESTACIONAL SEMIDECIDUAL, UBERLÂNDIA, MG

Autores

  • Jamir Afonso do Prado Júnior Mestrado em Biologia Vegetal - Universidade Federal de Uberlândia
  • Sérgio de Faria Lopes Pós Doutorado CAPES-UFU (PNPD)
  • Vagner Santiago Vale Pós Graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais - Universidade
  • Ana Paula Oliveira Pós Graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais - Universidade
  • André Eduardo Gusson Pós Graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais - Universidade
  • Olavo Custódio Dias Neto Pós Graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais - Universidade
  • Ivan Schiavini Instituto de Biologia - Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG123916329

Palavras-chave:

fitossociologia , sucessão ecológica, remanescente natural

Resumo

O presente estudo teve por objetivo descrever a estrutura e composição de espécies arbóreas, bem como a caracterização sucessional de um fragmento de floresta estacional semidecidual localizada no município de Uberlândia, MG. Foram utilizadas 25 parcelas de 20 x 20 m totalizando 1 ha, sendo incluídos na amostragem todos os indivíduos vivos com CAP ≥ 15 cm. As espécies foram classificadas de acordo com o grupo sucessional, síndrome de dispersão e deciduidade. Foram amostrados 1063 indivíduos pertencentes a 88 espécies e 40 famílias. O grande número de espécies zoocóricas, que aumentam a disponibilidade de recursos para a fauna local, e a abundância de espécies secundárias iniciais e de secundárias tardias, como um indicativo de maturidade da vegetação, realçam a importância de conservar esse fragmento, e reafirmam o potencial deste remanescente para equilibrar a biodiversidade local.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jamir Afonso do Prado Júnior, Mestrado em Biologia Vegetal - Universidade Federal de Uberlândia

Mestrando bolsista CAPES em Biologia Vegetal na Universidade Federal de Uberlândia, tem experiência na área de Ciências Biológicas, com ênfase em Ecologia Vegetal, atuando principalmente com fitossociologia e grupos funcionais.

Sérgio de Faria Lopes, Pós Doutorado CAPES-UFU (PNPD)

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Uberlândia (2001), mestrado e Doutorado em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais pela Universidade Federal de Uberlândia (2010). Atualmente é bolsista recém-doutor (PNPD), Pós-Doutorado. Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia Vegetal, atuando principalmente nos seguintes temas: Fragmentos florestais, florestas estacionais, mata de galeria, fitossociologia, cerrado.

Vagner Santiago Vale, Pós Graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais - Universidade

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU - 2005) e mestrado em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais (UFU - 2008). Atualmente é doutorando com bolsa FAPEMIG em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais (UFU). Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia de Ecossistemas, atuando principalmente nos seguintes temas: Conservação e Ecologia de comunidades Vegetais.

Ana Paula Oliveira, Pós Graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais - Universidade

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Uberlândia (2002) e mestrado em Ecologia pela Universidade de Brasília (2005). Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em ECOLOGIA VEGETAL, atuando principalmente nos seguintes temas: ecologia de populações, levantamento fitossociológico, dinâmica de comunidades vegetais.

André Eduardo Gusson, Pós Graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais - Universidade

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Uberlândia (2008). Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia Vegetal, desenvolvendo trabalhos fitossociológicos em diferentes formações florestais. Atualmente é mestrando em Ecologia e Conservação dos Recursos Naturais na Universidade Federal de Uberlândia e desenvolve atividades junto a projetos de conservação conveniados pelo Consórcio CCBE/FUNDEP e FAPEMIG.

Olavo Custódio Dias Neto, Pós Graduação em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais - Universidade

Possui graduação em Ciencias Biológicas e mestrado em Ecologia e Conservação de Recursos Naturais pela Universidade Federal de Uberlândia. Experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia Vegetal, atuando principalmente no seguinte tema: fragmentos florestais, coleta de sementes, cerrado.

Ivan Schiavini, Instituto de Biologia - Universidade Federal de Uberlândia

Possui graduação em Ciencias Biológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1980), mestrado em Ecologia pela Universidade de Brasília (1983) e doutorado em Ecologia pela Universidade Estadual de Campinas (1992). Atualmente é assessor da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais e Professor Associado I da Universidade Federal de Uberlândia. Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia de Ecossistemas, atuando principalmente nos seguintes temas: formações florestais no Cerrado, ecologia de comunidades vegetais, cerrado e ecologia de populações vegetais.

Downloads

Publicado

15-09-2011

Como Citar

DO PRADO JÚNIOR, J. A.; LOPES, S. de F.; VALE, V. S.; OLIVEIRA, A. P.; GUSSON, A. E.; DIAS NETO, O. C.; SCHIAVINI, I. ESTRUTURA E CARACTERIZAÇÃO SUCESSIONAL DA COMUNIDADE ARBÓREA DE UM REMANESCENTE DE FLORESTA ESTACIONAL SEMIDECIDUAL, UBERLÂNDIA, MG. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 12, n. 39, p. 81–93, 2011. DOI: 10.14393/RCG123916329. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16329. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos