LOS VERTEBRADOS FÓSILES DEL PALEOZOICO Y MESOZOICO DEL ESTADO DE TOCANTINS (BRASIL): PRELIMINAR SÍNTESIS

Autores

  • Yuri Modesto Alves

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG113616287

Palavras-chave:

Vertebrados, Formação Pedra de Fogo, Formação Corda, Bacia do Parnaíba, Tocantins

Resumo

O registro dos vertebrados fósseis deportados no estado do Tocantins (Norte do Brasil), junto ao conhecimento geológico e paleontológico, é escasso em comparado com outros estados brasileiros. Recentemente, as faunas de vertebrados estão começando a serem descritas e analisadas, podendo aumentar a lista de taxa aqui apresentados. Esta fauna provém de cinco localidades fossilíferas, e consiste essencialmente em restos fragmentários (escamas, espinhos, dientes e etc) de paleonisciformes, elasmobranquiomorfos, celatantídeos e de um icnofóssil de Sauropoda. Os níveis sedimentares fossilíferos das rochas pertencem a Formação Pedra de Fogo (Permiano Superior) e Formação Corda (Cretácio Inferior) da Bacia do Parnaíba.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

02-01-2011

Como Citar

ALVES, Y. M. LOS VERTEBRADOS FÓSILES DEL PALEOZOICO Y MESOZOICO DEL ESTADO DE TOCANTINS (BRASIL): PRELIMINAR SÍNTESIS. Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 11, n. 36, p. 224–236, 2011. DOI: 10.14393/RCG113616287. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16287. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos