EXPANSÃO URBANA E APROPRIAÇÃO DO RELEVO EM SÃO LOURENÇO (MG): A BACIA DO CÓRREGO JARDIM

Autores

  • Roberto Marques Neto Doutorando em Geografia pela UNESP-Rio Claro
  • Alexandre Carvalho de Andrade Professor do Centro Universitário de Itajubá e da FACESM

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG113616230

Palavras-chave:

dissecação horizontal, dissecação vertical, energia do relevo, urbanização

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo estudar a expansão urbana no município de São Lourenço (MG) em relação a parâmetros morfológicos e morfométricos do relevo a fim de verificar se o avanço da urbanização é condizente com os condicionantes geomorfológicos. Adotou-se como referencial espacial a bacia do córrego Jardim, área de adensamento populacional recente bastante representativa no que toca à ocupação mal-planejada do território, o que gera impactos ambientais e conflitos no uso do solo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

02-01-2011

Como Citar

MARQUES NETO, R.; ANDRADE, A. C. de. EXPANSÃO URBANA E APROPRIAÇÃO DO RELEVO EM SÃO LOURENÇO (MG): A BACIA DO CÓRREGO JARDIM. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 11, n. 36, p. 331–347, 2011. DOI: 10.14393/RCG113616230. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16230. Acesso em: 26 set. 2023.

Edição

Seção

Artigos