MAPEAMENTO E CARACTERIZAÇÃO DOS FATORES FISIOGRÁFICOS DA BACIA HIDROGRÁFICA DE CONTRIBUIÇÃO PARA O RESERVATÓRIO DE BARRA BONITA - SP

Autores

  • Rachel Bardy Prado Embrapa Solos
  • Evlyn Márcia Leão de Morais Novo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
  • Carlos Eduardo Gonçalves Ferreira UERJ

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG113616172

Palavras-chave:

mapeamento, componentes fisiográficos, bacia hidrográfica, Barra Bonita, SIG

Resumo

O objetivo deste estudo foi mapear e caracterizar os principais fatores fisiográficos da bacia hidrográfica de contribuição para o reservatório de Barra Bonita – SP, fazendo uma compilação dos mesmos em uma única publicação no intuito de subsidiar o planejamento e manejo adequados da mesma. Os mapas de drenagem, pedologia, geologia, geomorfologia e pluviosidade foram processados em ambiente SPRING 3.6, a partir de originais fornecidos respectivamente pelo IAC de Campinas e IPT de São Paulo. Para isso, os mapas analógicos foram escanerizados, editados e finalizados utilizando projeção UTM e datum SAD69. A drenagem foi obtida a partir da base planialtimétrica do IBGE, na escala 1:250.000, a qual pemitiu derivar o mapa de densidade de drenagem da bacia estudada. Os dados de precipitação foram obtidos no DAEE para várias estações pluviométricas, cujos valores foram posteriormente interpolados utilizando-se o método de krigeagem ordinária. As classes de cada mapa obtido foram descritas e discutidas quanto ao potencial de contribuição para a degradação ambiental, com base na literatura e com o auxílio de especialistas nos temas abordados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rachel Bardy Prado, Embrapa Solos

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de São Carlos (1996), mestrado em Ciências da Engenharia Ambiental pela Universidade de São Paulo (1999), especialização em Planejamento e Gerenciamento de �?guas pela Universidade Federal da Amazônia (2003) e doutorado em Ciências da Engenharia Ambiental pela Escola de Engenharia de São Carlos (2004). Atualmente é pesquisadora nível A da Embrapa Solos e vem atuando na área de geoprocessamento e sensoriamento remoto aplicado ao planejamento e monitoramento ambiental, com destaque para os recursos hídricos. Possui artigos e capítulos de livros, bem como resumos e artigos completos em anais de eventos científicos nacionais e internacionais publicados nos temas de uso e cobertura da terra, qualidade da água, manejo de bacias hidrográficas, análise multicritério, mapeamento digital de propriedades dos solos, dentre outros. A pesquisadora tem participado de vários projetos ambientais, inclusive como coordenadora, com parceria interdisciplinar. Tem participado de comissões e comitês da Embrapa, com destaque para o Comitê Técnico Interno, Comitê de Publicações e Núcleo de Apoio a Projetos, além de participação em bancas de defesa de dissertação de mestrado e tese de doutorado. Co-orientou 2 alunos de doutorado e 1 de pós-doutorado e orientou vários alunos de iniciação científica. Atualmente co-orienta 1 aluno de doutorado, 1 de mestrado e 2 de iniciação científica.

Evlyn Márcia Leão de Morais Novo, Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais

Possui graduação em Geografia pela Faculdade de Filosofial Ciências e Letras de Rio Claro (1973), mestrado em Sensoriamento Remoto pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (1976) e doutorado em Geografia (Geografia Física) pela Universidade de São Paulo (1984). Atualmente é pesquisadora titular III do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Sensoriamento Remoto, atuando principalmente no desenvolvimento de novas aplicações dessa tecnologia ao estudo e manejo de recursos hídricos. Participa como pesquisadora da Rede Temática Geoma, em estudos voltados à integração de tecnologia espacial e sensoriamento remoto no desenvolvimento de modelos de funcionamento das áreas alagáveis. Docente do programa de Pós-graduação em Sensoriamento Remoto do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais desde 1985.

Carlos Eduardo Gonçalves Ferreira, UERJ

Graduação em Geografia, possui experiência em projetos na área de Geotecnologias, onde atuou em projetos de pesquisa no Laboratório de Geoinformação da Embrapa Solos, desde Fevereiro de 2006. Possui experiência com softwares de Sistemas de Informação Geográfica, como ArcView, ArcGIS e Spring, além de ser autor e co-autor de publicações científicas diversas. Atualmente é mestrando da Geomática da UERJ.

Downloads

Publicado

02-01-2011

Como Citar

PRADO, R. B.; NOVO, E. M. L. de M.; FERREIRA, C. E. G. MAPEAMENTO E CARACTERIZAÇÃO DOS FATORES FISIOGRÁFICOS DA BACIA HIDROGRÁFICA DE CONTRIBUIÇÃO PARA O RESERVATÓRIO DE BARRA BONITA - SP. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 11, n. 36, p. 237–257, 2011. DOI: 10.14393/RCG113616172. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16172. Acesso em: 22 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos