GEOTECNOLOGIA COMO SUPORTE PARA GERÊNCIA DE PSFs: UM ESTUDO DE CASO PARA O MUNICÍPIO DE VIÇOSA - MG

Autores

  • Taciano Oliveira da Silva Instituto Federal do Espírito Santo
  • Joaquim Moreira da Silva Júnior Tecnominas Consultoria LTDA
  • Daniel de Freitas Rodrigues DMJota Engenharia de Agrimensura
  • Márcio Neri Santana DMJota Engenharia de Agrimensura

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG113416083

Palavras-chave:

Geotecnologia, Programa de saúde da família, Análise espacial

Resumo

Neste artigo abordou-se a aplicação da geotecnologia na área de saúde pública, a partir da elaboração de um banco de dados sobre as ocorrências de diarréias, dengue, diabetes e hipertensão, no município de Viçosa - MG. Os dados foram coletados nos postos de saúde da família (PSFs), no posto de combate a dengues e no setor de vigilância epidemiológica da secretaria municipal de saúde, e são referentes ao ano de 2007, com exceção para as ocorrências de diarréia que constam também os dados do ano de 2006. A geotecnologia, a partir do uso de equipamento GPS e de um sistema de informação geográfica (SIG), forneceu um suporte valioso para a análise e a compreensão do comportamento espacial das doenças analisadas. Este entendimento permitiu verificar os locais mais carentes de assistência de saúde preventiva. A geração de mapas auxiliará os agentes de saúde na localização das áreas de ocorrência dos eventos, otimizando o trabalho preventivo de saúde no município.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Taciano Oliveira da Silva, Instituto Federal do Espírito Santo

Instituto Federal do Espírito Santo (IFES) - Campus de Nova Venécia / Nova Venécia-ES. Áreas: Mecânica dos Solos, Estradas, Topografia e Geoprocessamento.

Downloads

Publicado

15-06-2010

Como Citar

SILVA, T. O. da; SILVA JÚNIOR, J. M. da; RODRIGUES, D. de F.; SANTANA, M. N. GEOTECNOLOGIA COMO SUPORTE PARA GERÊNCIA DE PSFs: UM ESTUDO DE CASO PARA O MUNICÍPIO DE VIÇOSA - MG. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 11, n. 34, p. 235–244, 2010. DOI: 10.14393/RCG113416083. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16083. Acesso em: 5 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos