RESENHA: NEGRI, A.; COCCO, G. GLOBAL: BIOPODER E LUTA EM UMA AMÉRICA LATINA GLOBALIZADA. RIO DE JANEIRO: RECORD, 2005. 271 PÁGINAS. (TRADUÇÃO: ELIANA AGUIAR)

Autores

  • André Souto Rezende Instituto de Estudos Sócio-Ambientais - IESA/UFG

Resumo

Uma obra envolvente, de escrita ágil e vertendo para a esquerda política. Com autoria de Antonio Negri e Giuseppe Cocco (2005), o texto nos enriquece de argumentos com pensamento crítico sobre o tardio capitalismo que se instalou na América Latina e como a estruturação nacional pode ser uma resposta ao mundo globalizado. O livro faz uma análise sobre a América Latina ante uma economia atrelada à tese que esta região é insustentável por si só, dentro de um contexto de enfraquecimento crônico do desenvolvimento independente, retratando ainda o colapso do plano neoliberal. A abordagem central é a mudança de compreensão no estudo da mútua dependência e da reformulação do plano político e das teorias na compreensão da atual circunstância latino-americana. A obra está dividida em cinco partes, nas quais são feitas referências desde o período pós-guerra, passando pelo fracasso do projeto neoliberal na década de 1990, até a subida esquerdista nos países latino-americanos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

André Souto Rezende, Instituto de Estudos Sócio-Ambientais - IESA/UFG

Licenciado em Geografia pelo IESA/UFG, bacharelando no mesmo Instituto, onde também participa do Grupo de Pesquisa coordenado pela Profa. Dra. Patrícia Araújo Romão.

Downloads

Publicado

24-05-2010

Como Citar

REZENDE, A. S. RESENHA: NEGRI, A.; COCCO, G. GLOBAL: BIOPODER E LUTA EM UMA AMÉRICA LATINA GLOBALIZADA. RIO DE JANEIRO: RECORD, 2005. 271 PÁGINAS. (TRADUÇÃO: ELIANA AGUIAR). Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 11, n. 33, 2010. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16081. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos