REDES TÉCNICAS E ESTADO BRASILEIRO: UM OLHAR SOBRE A FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO NA ÁREA DE INFLUÊNCIA DA RODOVIA BR 163

Autores

  • Alcione Talaska Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC
  • Almir Arantes Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC, Universidade do Estado do Mato Grosso
  • José Antonio Assumpção Farias Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG113316067

Palavras-chave:

Amazônia Legal, Rodovia BR 163, Estado brasileiro, Redes técnicas, Território

Resumo

Este trabalho tem o propósito de analisar o processo de reorganização e formação do território da Amazônia Legal, mais especificamente a área de entorno da rodovia BR-163 (Cuiabá-Santarém) no período posterior ao início do período militar brasileiro (1964). A partir deste recorte, buscamos compreender como o Estado brasileiro interfere na dinâmica política e social deste território em meio ao processo de desenvolvimento nacional. Enquanto referência teórica e metodológica utilizamos o conceito de redes técnicas, bem como a sua relação com o território, a fim de identificarmos, em diferentes momentos, os objetos técnicos, que, a partir de ações intencionais, contribuíram e contribuem para prover os espaços de conteúdos, tornando-os singulares. Dessa forma, este estudo enfatiza que o Estado brasileiro se encontra num momento de rever sua própria história para com a área de influência da rodovia BR-163, de modo a buscar o equilíbrio entre a lógica das redes e a lógica do próprio território.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alcione Talaska, Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC

Graduado em Geografia e Especialista em Levantamentos Geodésicos: Certificação e Georreferenciamento de Imóveis Rurais INCRA pela Universidade Comunitária Regional de Chapecó (UNOCHAPEC

Almir Arantes, Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC, Universidade do Estado do Mato Grosso

Graduado em História pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Mestre em História pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Professor da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT) e doutorando em Desenvolvimento Regional pela Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC).

José Antonio Assumpção Farias, Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC

Graduado em Ciências Econômicas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS). Especialista em Gestão e Políticas Públicas pela Escola Superior de Administração Publica do Estado do Rio Grande do Sul (ESAPERGS). Mestrando em Desenvolvimento Regional pela Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC) Bolsista do Programa de Bolsas Institucionais para Pós Graduação Stricto Sensu BIPSS - UNISC

Downloads

Publicado

22-03-2010

Como Citar

TALASKA, A.; ARANTES, A.; FARIAS, J. A. A. REDES TÉCNICAS E ESTADO BRASILEIRO: UM OLHAR SOBRE A FORMAÇÃO DO TERRITÓRIO NA ÁREA DE INFLUÊNCIA DA RODOVIA BR 163. Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 11, n. 33, p. 53–65, 2010. DOI: 10.14393/RCG113316067. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16067. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos