ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O PROCESSO DE DOMINAÇÃO DO CAPITAL SOBRE O TRABALHO NO ÂMBITO DA AGROINDÚSTRIA CANAVIEIRA

Autores

  • José Roberto Nunes de Azevedo Editor fundador da Revista Cosmos

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG113516019

Palavras-chave:

Agroindústria, Capitalismo, Técnica, Tecnologia, Trabalho

Resumo

O objetivo do trabalho é apresentar algumas considerações sobre o processo de expansão do capital canavieiro no Brasil, com destaque para Mato Grosso do Sul, tendo em vista o processo crescente de desenvolvimento das forças produtivas, na qual ocorre o desenvolvimento das técnicas, o aperfeiçoamento produtivo, alicerçado, pois, na intensa subordinação do trabalho ao capital, sendo que o reflexo disto é a concentração e centralização de capitais, que tende a acentuar o caráter de subjugação do Brasil na atual divisão internacional do trabalho, na medida em que apesar de industrializado não alcançou a independência econômica e política das nações imperialistas, estando circunscrito aos seus tentáculos. Para o desen volvimento do trabalho utilizamos dados e informações coletadas em trabalhos de campo, entrevistas, bem como, ampla revisão bibliográfica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Roberto Nunes de Azevedo, Editor fundador da Revista Cosmos

Mestre em Geografia pela UFGD (2008), com Licenciatura Plena e Bachareado (2005) na mesma disciplina pela FCT/UNESP. Editor fundador da Revista Cosmos. Membro do Centro de Estudos de Geografia do Trabalho e do Laboratório de Ensino de Geografia-UFU. Atualmente leciona na condiçao de professor titular de Geografia da rede oficial de ensino do Estado de SP.

Downloads

Publicado

15-09-2010

Como Citar

AZEVEDO, J. R. N. de. ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE O PROCESSO DE DOMINAÇÃO DO CAPITAL SOBRE O TRABALHO NO ÂMBITO DA AGROINDÚSTRIA CANAVIEIRA. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 11, n. 35, p. 84–99, 2010. DOI: 10.14393/RCG113516019. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16019. Acesso em: 28 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos