O ALVO FINAL É LIXO ZERO

Autores

  • Manfred Fehr Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG113516017

Palavras-chave:

aterro, desvio do aterro, gestão ambiental, resíduos domiciliares, resíduos sólidos urbanos

Resumo

Relata-se a evolução da gestão de resíduos domiciliares num condomínio residencial. Um esforço sustentado por dez anos tem criado uma referência para o desvio do aterro pela iniciativa privada. Na situação atualmente atingida, 67% dos resíduos são reciclados sem ônus para a administração pública. O principal fator de sucesso foi a separação dos resíduos putrescíveis. O modelo de gestão se baseou no trabalho com pessoas e em novos paradigmas de informar a composição dos resíduos, e resultou num procedimento de dupla separação na fonte combinada com a participação de operadores selecionados da logística reversa. O serviço de coleta do município agora leva ao aterro somente 33% dos resíduos produzidos no condomínio. O modelo está disponível para imitação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Manfred Fehr, Universidade Federal de Uberlândia

Professor aposentado colaborador.

Downloads

Publicado

15-09-2010

Como Citar

FEHR, M. O ALVO FINAL É LIXO ZERO. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 11, n. 35, p. 54–62, 2010. DOI: 10.14393/RCG113516017. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16017. Acesso em: 1 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos