REPRESENTAÇÃO SOCIAL DA MORADIA PARA A POPULAÇÃO DE BAIXA RENDA

Autores

  • Maria das Dôres Silva Nóbrega Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG103115976

Palavras-chave:

Espaço, Moradia, Representação Social, População de Baixa Renda.

Resumo

O artigo objetiva compreender quais as representações sociais (RS) da moradia da população de baixa renda. A moradia é uma mercadoria tanto para a população de altos rendimentos como dos mais baixos rendimentos. O que diferencia é a maneira como o mercado imobiliário atende aos consumidores. Trabalha-se com a hipótese de que a RS da moradia para moradores de loteamentos periféricos se desenvolve, transmite-se e se mantém como história de sua vida. A coleta dos dados e informações das RS se dar por meio de entrevistas narrativas sobre a história de aquisição da moradia. Para isso desvendar as RS da moradia, o lócus do estudo é o município de Ã?guas Lindas de Goiás-GO. Como resultado da discussão observa-se o fenômeno da valorização da terra como fator determinante tanto da atração, quanto da expulsão da população mais pobre.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria das Dôres Silva Nóbrega, Universidade de Brasília

Licenciada em Geografia, possui especialização em Gestão Territorial e Planejamento Regional e atualmente Mestranda em Geografia pela Universidade de Brasília.

Downloads

Publicado

30-09-2009

Como Citar

NÓBREGA, M. das D. S. REPRESENTAÇÃO SOCIAL DA MORADIA PARA A POPULAÇÃO DE BAIXA RENDA. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 10, n. 31, p. 51–60, 2009. DOI: 10.14393/RCG103115976. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/15976. Acesso em: 13 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos