AGRONEGÓCIO, DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO E A FRONTEIRA DA DESIGUALDADE EM BURITIS (MG)

Autores

  • Daniel Coelho Oliveira UNIMONTES
  • Rômulo Soares Barbosa UNIMONTES

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG102915813

Palavras-chave:

Agricultura, Desenvolvimento e Desigualdade

Resumo

Desde o período colonial a agricultura ocupou um importante papel na constituição da economia e na formação social da nação brasileira. A monografia buscou analisar através de uma revisão bibliográfica sobre a literatura especializada e uma pesquisa de dados produzidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Fundação João Pinheiro (FJP) as relações existentes entre o processo de expansão do agronegócio durante a década de 1990 no Noroeste de Minas Gerais, E a produção de desigualdades sócio-econômicas naquela região, bem como os efeitos sócio-econômicos dele derivados, tendo como referencial empírico o município de Buritis (MG).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel Coelho Oliveira, UNIMONTES

Graduado em Ciências Sociais pela UNIMONTES e Mestre e em Ciências Sociais pelo CPDA/UFRJ. Atualmente professor do departamento de Ciências Sociais da UNIMONTES.

Rômulo Soares Barbosa, UNIMONTES

Graduado em Ciências Sociais pela UNIMONTES. Mestre e Doutor em Ciências Sociais pelo CPDA/UFRJ. Atualmente professor do departamento de Ciências Sociais da UNIMONTES.

Downloads

Publicado

15-03-2009

Como Citar

OLIVEIRA, D. C.; BARBOSA, R. S. AGRONEGÓCIO, DESENVOLVIMENTO SOCIOECONÔMICO E A FRONTEIRA DA DESIGUALDADE EM BURITIS (MG). Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 10, n. 29, p. 113–124, 2009. DOI: 10.14393/RCG102915813. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/15813. Acesso em: 25 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos