O COMÉRCIO E SERVIÇOS AMBULANTES: UMA DISCUSSÃO

Autores

  • Camila Kazumi Kitamura Pet Geografia - UFU
  • Mariana Miranda
  • Vitor Ribeiro Filho Instituto de Geografia

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG82315656

Palavras-chave:

área central, comércio informal, camelôs e ambulantes

Resumo

Este trabalho tem como objetivo compreender a expansão do comércio informal na área central das cidades, sua estratégia de localização, identificando as categorias funcionais dessa atividade econômica. É de suma importância entender também, as transformações ocorridas na paisagem em função dos camelôs e ambulantes. Devido à grande diversidade de produtos comercializados e de alguns serviços prestados no âmbito da Ã?rea Central, foi necessário estabelecer a classificação das categorias vinculadas às atividades econômicas nos espaços públicos, com base no estudo de Yazigi (2000) e Ribeiro Filho (2004). Essas categorias foram agrupadas de acordo com os produtos comercializados nas barracas, bancas e tabuleiros. Nota-se a assimilação e reprodução das contradições inerentes aos processos sócio-espaciais, de modo específico à dinâmica da Ã?rea Central, no que tange à expansão da economia informal e, por conseguinte, o crescimento dos camelôs nesta área das metrópoles e cidades de porte médio. A partir das evidências que surgiram no decorrer do processo do estudo podem aparecer novas indagações para futuros estudos sobre a economia informal, com destaque para os ambulantes/camelôs.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

19-10-2007

Como Citar

KITAMURA, C. K.; MIRANDA, M.; RIBEIRO FILHO, V. O COMÉRCIO E SERVIÇOS AMBULANTES: UMA DISCUSSÃO. Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 8, n. 23, p. 20–26, 2007. DOI: 10.14393/RCG82315656. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/15656. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos