MODELAGEM HIDROLÓGICA DA BACIA DO RIO DOCE (MG/ES) COM BASE EM IMAGENS SRTM (SHUTTLE RADAR TOPOGRAPHY MISSION)

Autores

  • André Luiz Nascentes Coelho Doutorando em Geografia - UFU

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG82215615

Palavras-chave:

Geotecnologias, Modelagem Hidrológica, Bacia do Rio Doce

Resumo

O objetivo deste trabalho é verificar a eficiência dos comandos e funções do SIG na análise de características fisiográficas e parâmetros morfométricos em bacias hidrográficas de médio grande porte, tendo como objeto de estudo a bacia do Rio Doce de 83.465 km2, localizada entre os estados de MG e ES. A partir da aquisição de imagens orbitais (SRTM - Shuttle Radar Topography Mission) e o uso das ferramentas do SIG ArcGIS 9.1 foi traçado (automaticamente) com maior nível de precisão: os limites da bacia, delimitação da rede de canais, hierarquização da bacia segundo proposta de Strahler (1952), seleção e delimitação das sub-bacias mais representativas, entre outros. Para cada um dos mapas elaborados foi realizado um cruzamento confrontando com os dados/informações das cartas topográficas do IBGE correspondente a área e, também, a conferência em campo com uso de GPS demonstrando uma excelente precisão e confiabilidade dos produtos gerados, portanto, indicado como um instrumental de apoio a inúmeras pesquisas físico-territoriais, estudos hidrodinâmicos e gestão em bacias hidrográficas de médio e grande porte. Palavras-chave: Geotecnologias, Modelagem Hidrológica, Bacia do Rio Doce.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

22-09-2007

Como Citar

COELHO, A. L. N. MODELAGEM HIDROLÓGICA DA BACIA DO RIO DOCE (MG/ES) COM BASE EM IMAGENS SRTM (SHUTTLE RADAR TOPOGRAPHY MISSION). Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 8, n. 22, p. 116–131, 2007. DOI: 10.14393/RCG82215615. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/15615. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos