A ARTE DE DESTINGUIR A ESSÊNCIA DAS APARÊNCIAS NA SALA DE AULA: ESTUDO DE CASO NO ENSINO MÉDIO DE UMA ESCOLA ESTADUAL DE ARAGUARI - MG

Autores

  • Tânia Mara Resende Prado

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG92515575

Palavras-chave:

estágio, educação, aprendizagem

Resumo

A tarefa da educação é delicada porque supõe, em princípio, amor, desprendimento, doçura, firmeza, paciência e decisão. Educar é uma ciência e uma arte; uma arte porque não tem regras fixas, ou seja, cada caso é diferente, cada circunstância é única. Este artigo decorre sobre uma experiência vivenciada por meio de um estágio de observação e uma regência em turmas do ensino médio de uma Escola Estadual da cidade de Araguari. O estágio de observação foi uma experiência muito interessante, pois é a partir dela que se pode distinguir a essência das aparências em sala de aula, vivenciando o que realmente acontece em sala de aula e idealizando como me comportarei exercendo a profissão de professora, e o estágio é também uma etapa de aprendizagem, tendo contato com experiências e vivencias inusitadas e também abolindo tudo o que considerar de errado após este estágio de observação. Esta experiência torna-se como um momento de reflexão de comportamentos, relação teoria-prática e também um momento de grandes aprendizagens, onde se pode absorver o que há de proveitoso e reciclar o que considerar como não adequado. O estágio no ensino médio assim como o do ensino fundamental permitiu, por meio do estágio supervisionado, vivenciar o trabalho de campo do futuro profissional, e com ele foi possível distinguir a essência das aparências, ou seja, reconhecer que existem problemas, barreiras, contudo é competência do futuro profissional da educação lutar em buscar de melhorias e romper com essas barreias. Trabalhar com a educação é algo instigante, partindo do princípio de que é preciso buscar sempre melhorias e dar o melhor de si, fazendo o máximo possível para obter êxito tanto pessoal como profissional. Porém, às vezes as dificuldades encontradas nos desanimam bastante. E essas dificuldades estão instaladas em todos os setores. A aparência pode assustar, mas a essência existe, e os bons profissionais e alunos não a deixarão morrer.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

17-03-2008

Como Citar

PRADO, T. M. R. A ARTE DE DESTINGUIR A ESSÊNCIA DAS APARÊNCIAS NA SALA DE AULA: ESTUDO DE CASO NO ENSINO MÉDIO DE UMA ESCOLA ESTADUAL DE ARAGUARI - MG. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 9, n. 25, p. 57–67, 2008. DOI: 10.14393/RCG92515575. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/15575. Acesso em: 19 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos