ESTUDO BIOGEOGRÁFICO DAS ÁREAS VERDES E DA ARBORIZAÇÃO LIGADA AO SIATEMA VIÁRIO NA REGIÃO CENTRAL DA CIDADE DE JUIZ DE FORA (MG)

Autores

  • Renata Geniany da Silva Costa UFJF
  • Cássia de Castro Martins Ferreira

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG82215554

Palavras-chave:

vegetação urbana, crescimento urbano, microclima urbano

Resumo

O crescimento desordenado das áreas urbanas tem despertado o homem para as modificações na qualidade ambiental, principalmente no que se refere ao aumento da poluição do ar, e aumento da temperatura que aliado à reduzida presença e má distribuição da vegetação, provoca mudanças no clima local e microclimas inseridos nas cidades. A partir da identificação destes problemas, e conhecendo os benefícios oferecidos pela vegetação em especial de porte arbóreo, o presente trabalho selecionou a zona central da cidade da cidade de Juiz de Fora e procurou estabelecer quantitativamente o índice de vegetação presente na área central e sua distribuição espacial. Verificou-se um reduzido índice de vegetação, que se encontra mal destituída na área urbana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

22-09-2007

Como Citar

COSTA, R. G. da S.; FERREIRA, C. de C. M. ESTUDO BIOGEOGRÁFICO DAS ÁREAS VERDES E DA ARBORIZAÇÃO LIGADA AO SIATEMA VIÁRIO NA REGIÃO CENTRAL DA CIDADE DE JUIZ DE FORA (MG). Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 8, n. 22, p. 143–153, 2007. DOI: 10.14393/RCG82215554. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/15554. Acesso em: 23 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos