UM OLHAR DE CRIANÇA SOBRE O ESPAÇO HOSPITALAR ATRAVÉS DE PERCEPÇÕES FIGURATIVAS

Autores

  • Julio Cesar Ramires de Lima Prof. Dr. do Instituto de Geografia - UFU
  • Jussara Maria de Carvalho Guimarães Doutoranda em Geografia pela UFU

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG51215338

Palavras-chave:

criança, percepção, espaço hospitalar, médico

Resumo

Com o propósito de efetuar uma investigação sobre a percepção que a criança tem sobre o espaço hospitalar e o médico, este artigo parte de uma síntese histórico-evolutiva da importância da criança ao longo da história. Em seguida discorre sobre a questão do surgimento do hospital e do médico, contextualizando as ações em relação à saúde da criança. Ao final, comenta-se a respeito dos conceitos de percepção, como se processa e que percepções a criança de cinco anos de instituições e classes sociais diferenciadas têm a respeito do espaço hospitalar e do médico representadas através de descrições figurativas e orais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

12-06-2004

Como Citar

LIMA, J. C. R. de; GUIMARÃES, J. M. de C. UM OLHAR DE CRIANÇA SOBRE O ESPAÇO HOSPITALAR ATRAVÉS DE PERCEPÇÕES FIGURATIVAS. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 5, n. 12, p. 1–28, 2004. DOI: 10.14393/RCG51215338. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/15338. Acesso em: 13 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos