A INDUSTRIALIZAÇÃO E A QUESTÃO AMBIENTAL NA REGIÃO SUDESTE DO BRASIL

Autores

  • Roberto Schmidt de Almeida Pesquisador Titular [Geógrafo] do IBGE

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG51115325

Palavras-chave:

Industrialização e meio ambiente, poluição, políticas de controle ambiental

Resumo

O estudo das conflituosas relações industrialização e o meio ambiente na região Sudeste do Brasil é o principal objetivo desse trabalho que está dividido em quatro partes principais. A primeira, sumaria os processos industriais e seus respectivos efeitos de poluição ambiental envolvidos, destacando os principais agentes poluidores do ar e das águas, e historiando a política de controle do meio ambiente na região. A segunda, identifica os principais focos de poluição e definindo três níveis de abrangência espacial para eles: o ponto, a área restrita e a área ampla analisando-os em dois contextos distintos o urbano e rural. A terceira, exemplifica um processo de comprometimento ambiental de grandes proporções e as medidas mitigadoras que foram tomadas no caso da área de Cubatão em São Paulo. Finalizando, é feita uma análise das perspectivas futuras da relação industrialização x controle do meio ambiente nos contextos urbano e rural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

08-02-2004

Como Citar

ALMEIDA, R. S. de. A INDUSTRIALIZAÇÃO E A QUESTÃO AMBIENTAL NA REGIÃO SUDESTE DO BRASIL. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 5, n. 11, p. 53–66, 2004. DOI: 10.14393/RCG51115325. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/15325. Acesso em: 25 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos