UTILIZAÇÃO DE MÉTODO DE INTERPOLAÇÃO PARA ANÁLISE E ESPACIALIZAÇÃO DE DADOS CLIMÁTICOS: O SIG COMO FERRAMENTA

Autores

  • João Paulo Macieira Barbosa UNICAMP

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG71715274

Palavras-chave:

vulnerabilidade, resiliência, mapa de risco, desastres naturais

Resumo

A proposta deste trabalho é realizar uma leitura a respeito da distribuição de variáveis climáticas (temperatura e precipitação) sobre o estado de São Paulo. Foram utilizados dados de precipitação (totais mensais e anuais) e temperatura (médias mensais e anuais), cobrindo um período de 30 anos (1970-2000), de várias localidades no Estado de São Paulo levando em conta também a distribuição espaço-temporal de forma a bem representar a variabilidade temporo-espacial no estado. A partir desses dados, foram elaborados climogramas e uma série de mapas (Kriging Method), que demonstrou que o estado de São Paulo apresenta tipos climáticos distintos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

25-02-2006

Como Citar

BARBOSA, J. P. M. UTILIZAÇÃO DE MÉTODO DE INTERPOLAÇÃO PARA ANÁLISE E ESPACIALIZAÇÃO DE DADOS CLIMÁTICOS: O SIG COMO FERRAMENTA. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 7, n. 17, p. 85–96, 2006. DOI: 10.14393/RCG71715274. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/15274. Acesso em: 22 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos