IONÓFOROS NA ALIMENTAÇÃO DE BOVINOS

Autores

  • Mayara Fabiane Gonçalves Universidade Federal de Uberlândia
  • Julyana Machado da Silva Martins Universidade Federal de Uberlândia
  • Maiana Visoná Oliveira Universidade Federal de Uberlândia
  • Carolina Caires Magalhães Carvalho Universidade Federal de Uberlândia
  • Marcella Machado Antunes Universidade Federal de Uberlândia
  • Isabel Cristina Ferreira Universidade Federal de Uberlândia
  • Cristiane de Fátima Pereira Universidade Federal de Uberlândia
  • Luis Claúdio Olivalves Universidade Federal de Uberlândia

Palavras-chave:

Ácidos graxos voláteis. Aditivos. Lasalocida. Metano. Monensina. Salinomicina.

Resumo

Resumo: Objetivou-se abordar os mecanismos de ação de ionóforos e seus efeitos na fermentação ruminal, no consumo e digestibilidade de nutrientes, nas características de carcaça e desempenho de bovinos, bem como, aspectos econômicos e restrições de utilização dos mesmos. Ionóforos são antibióticos que deprimem ou inibem seletivamente o crescimento de microrganismos do rúmen, e, atualmente, os mais utilizados são a monensina, a lasalocida e a salinomicina. Em geral, estes antibióticos alteram o fluxo de íons monovalentes pela membrana das bactérias gram-positivas causando sua lise, e consequentemente, proporcionando alteração da fermentação e dos produtos da digestão microbiana. Estudos mostram que o uso de ionóforos reduz o consumo em dietas com alto teor de concentrado e também em dietas com diferentes teores de proteína, independente do nível proteico utilizado. Além disso, ionóforos são responsáveis por prevenir distúrbios metabólicos e por melhorar o desempenho animal, contudo, estudos mostram que, de forma geral, animais que receberam ionóforos não apresentaram diferenças no rendimento de carcaça, espessura de gordura e área de olho de lombo. A intoxicação de animais por ionóforos pode ainda ocorrer pela má homogeneização da substância no alimento e pela ausência de período de adaptação dos animais. Contudo, de forma geral, independente dos efeitos de ganho de peso ou no consumo de matéria seca, a utilização de ionóforos proporciona melhoria, de aproximadamente, sete por cento na conversão alimentar e, consequentemente, aumento da receita líquida por hectare.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mayara Fabiane Gonçalves, Universidade Federal de Uberlândia

Nutrição Animal

Julyana Machado da Silva Martins, Universidade Federal de Uberlândia

Nutrição Animal

Maiana Visoná Oliveira, Universidade Federal de Uberlândia

Nutrição Animal

Carolina Caires Magalhães Carvalho, Universidade Federal de Uberlândia

Nutrição Animal

Marcella Machado Antunes, Universidade Federal de Uberlândia

Nutrição Animal

Isabel Cristina Ferreira, Universidade Federal de Uberlândia

Nutrição Animal

Cristiane de Fátima Pereira, Universidade Federal de Uberlândia

Nutrição Animal

Luis Claúdio Olivalves, Universidade Federal de Uberlândia

Nutrição Animal

Downloads

Publicado

2013-10-25

Como Citar

Gonçalves, M. F., Martins, J. M. da S., Oliveira, M. V., Carvalho, C. C. M., Antunes, M. M., Ferreira, I. C., Pereira, C. de F., & Olivalves, L. C. (2013). IONÓFOROS NA ALIMENTAÇÃO DE BOVINOS. Veterinária Notícias - Vet Not, 18(2). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/22411