ESTIMATIVA DO CONSUMO VOLUNTÃ?RIO DE BOVINOS PARA DIFERENTES CULTIVARES DE SORGO POR MEIO DA TÉCNICA DE PRODUÇÃO DE GASES

Autores

  • COSTA, C.J.Q. Acadêmico. ICIAG -UFU
  • SANTANA, B.B. Acadêmico. ICIAG - UFU
  • NOZELLA, E.F. USP - Piracicaba.SP
  • CABRAL FILHO, S.L.S. FAMEV - UFU

Palavras-chave:

Fermentação in vitro, forragicultura, avaliação de alimentos, ruminantes.

Resumo

O objetivo do estudo foi estimar o consumo voluntário de bovinos para diferentes variedades de sorgo, em diferentes idades de corte a partir de informações de ensaio in vitro de produção de gases. Foram avaliadas cinco variedades de sorgo, três graníferas (BRS305, Saara e Piooner-8118) e duas forrageiras (BR700 e BRS701). As variedades foram cultivadas em uma área experimental de 1000 m2 dividida em quatro blocos com cinco repetições, sendo que cada parcela (5 x 4,5m) foi cultivada com uma variedade diferente (0,90m entre linhas). As avaliações in vitro foram realizadas pelo ensaio de produção de gases em sistema semi-automático. Amostras das variedades de sorgo (parte aérea) foram colhidas aos 30 e 60 dias após o plantio. As amostras (1g) foram secas em estufa (55oC), moídas (1mm) e incubadas em garrafas de vidro com 10 mL de líquido do rúmen (ovinos fistulados) e 90 mL de uma solução tampão. As garrafas foram tampadas e incubadas a 39oC. Foram realizadas medidas da pressão do gás produzido em 0, 24, 48, 72 e 96h após a incubação. Os valores de pressão foram transformados em volume e submetidos ao modelo exponencial P=a+b(1-e-ct). O consumo voluntário de bovinos em crescimento (350kg de PV) foi estimado através da equação: CV(kgMS*dia-1)= 1,660 + 0,490a + 0,0297b-4c. Os consumos voluntários médios estimados aos 30 dias foram: 7,8 ±2,15; 7,9±1,78; 7,1±0,56; 6,5±0,48 e 8,4±3,20 kgMS.dia-1 para as variedades, BRS701, Piooner 8118, Saara, BR700 e BRS305, respectivamente. Aos 60 dias foram obtidos valores de 7,4±1,68; 8,6±0,90; 8,2±0,40; 9,3±1,64 e 12,4±4,64 para as mesmas variedades, respectivamente. As médias obtidas não foram estatisticamente diferentes (P>0,05) entre as variedades estudadas em cada idade de corte, entretanto as médias de todas as variedades obtidas em cada idade de corte foram significativamente diferentes (P<0,05): 7,586 e 9,214 kgMS.dia-1 para 30 e 60 dias, respectivamente. Os valores obtidos ficaram bem próximos aos indicados na literatura para bovinos em recria (8 kgMS*dia-1), sendo que algumas variedades como o BRS305 apresentaram variações muito grande na estimativa. Diferenças nas condições experimentais em que foram desenvolvidas as equações com relação a do presente estudo podem ter sido responsáveis pelas grandes variações encontradas em alguns tratamentos. O trabalho mostrou que a técnica de produção de gases pode ser utilizada para gerar informações práticas na produção de ruminantes. Os cultivares avaliados apresentaram potencial para pastejo, sendo que a idade de 60 dias após o plantio foi a que resultou em maiores valores de consumo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-02-12

Como Citar

C.J.Q., C., B.B., S., E.F., N., & S.L.S., C. F. (2008). ESTIMATIVA DO CONSUMO VOLUNTÃ?RIO DE BOVINOS PARA DIFERENTES CULTIVARES DE SORGO POR MEIO DA TÉCNICA DE PRODUÇÃO DE GASES. Veterinária Notícias, 12(2). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/18736

Edição

Seção

Artigos