FOLIAR FERTILIZATION AT THE ESTABLISHMENT OF MARANDU, MAVUNO, MULATO AND YPYPORÃ GRASSES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/VTN-v28n1-2022-61721

Resumo

A adubação foliar com macro e micro minerais para o estabelecimento de gramíneas forrageiras pode ser uma alternativa menos onerosa ao produtor, contudo os possíveis benefícios dessa técnica de maneja ainda precisam ser melhor estudados. O objetivo deste trabalho foi avaliar as respostas fisiológicas, produtivas, estruturais de gramíneas do gênero, em função da aplicação ou não de adubo foliar durante o estabelecimento das plantas. Quatro experimentos foram conduzidos separadamente e concomitantemente, para avaliar, as seguintes gramíneas forrageiras: Urochloa brizantha cv. Marandu e os capins Mulato II, Mavuno e Ipyporã, híbridos de Urochloa. Os experimentos foram conduzidos de novembro de 2018 a março de 2019, em delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições. A área experimental de cada experimento consistiu de quatro parcelas com 12,25 m², onde metade da área das parcelas recebeu o adubo foliar (FH PASTAGEM FOLIAR, com 14% de N; 12% de P; 12% de K; 0,38 % de Mg; 10,2% de S; 0,24% de Cu; 0,18% de Mn e 0,63% de Zn) e a outra metade, não. O fertilizante foliar (2 kg ha-1) foi diluído em água e aplicado com pulverizador manual aos 42 dias após a emergência das plantas. Foram avaliadas as variáveis respostas: índice spad, índice de área foliar, interceptação de luz pelo dossel, produção de forragem e densidade de raiz. Em todos os experimentos, a aplicação do adubo foliar durante o estabelecimento dos capins Marandu, Mulato II, Mavuno e Ipyporã não influenciou os índices spad e de área foliar, a produção de forragem e a densidade de raiz.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gustavo Segatto Borges , Universidade Federal de Uberlândia

Gustavo Segatto Borges Zootecnista, mestrando no programa de pós graduação em Ciências Veterinárias da faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Uberlândia. Seu trabalho de pesquisa é em produção animal, sub área produção de forragens, nutrição e alimentação animal.

Dallety Haloma Alves Miler de Oliveira, Universidade Federal de Uberlândia

Graduanda em Zootecnia pela Universidade Federal de Uberlândia. Estagiária Laboratório de Bromatologia e Nutrição Animal (LABAN), pertencente à Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Federal de Uberlândia (FAMEV/UFU), interesse acadêmico voltado para análises físico-químicas dos alimentos, nutrição animal, pastagem e forragicultura.  

Davi Moraes de Oliveira, Universidade Federal de Uberlândia

Possui ensino médio segundo grau pela Escola Estadual Professor Antônio Marques (2016). Graduando em Zootecnia na Universidade Federal de Uberlândia (2022) Tem experiência na área de Zootecnia, com ênfase em Pastagem e Forragicultura.

Douglas Gonçalves Felisbino, Universidade Federal de Uberlândia

Douglas Gonçalves Felisbino graduando do curso de Zootecnia e estagiário no grupo de estudos de forragem (GEPFOR) pela Universidade Federal de Uberlândia. Seu atual experimento está em desenvolvimento é tem em foco análise comparativa entre três tipos de forrageiras submetidas a técnica de diferimento de pastagem.

Gabriel de Oliveira Rocha, Universidade Federal de Uberlândia

Possui graduação (2012) pela Universidade Federal de Viçosa em Zootecnia, mestrado (2018) pela Universidade Federal de Uberlândia em Medicina Ciências Veterinárias com Área de concentração em Produção Animal. Atualmente é doutorando (2018 - Atual) pela Universidade Federal de Uberlândia na Área de Produção animal. Tem conhecimento sobre manejo de pastagens, atuando nas seguintes áreas: adubação, manejo do pastejo, diferimento do uso da pastagem, comportamento animal em pastejo, estrutura do pasto, ecofisiologia vegetal. Desenvolve pesquisa de tese sobre comportamento do pastejo e desempenho de ovinos em pasto diferidos com diferentes estratégias de rebaixamento, além da produção, estrutura e variabilidade horizontal do pasto durante o experimento.

Bruno Humberto Rezende de Carvalho, Universidade Federal de Uberlândia

Formação em Zootecnia pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) Mestrado na área de produção animal com ênfase em forragicultura e cursando Douturado na mesma área.

Downloads

Publicado

2022-04-11

Como Citar

Segatto Borges , G., Alves Miler de Oliveira, D. H. ., Moraes de Oliveira, D. ., Gonçalves Felisbino, D., de Oliveira Rocha, G. ., Humberto Rezende de Carvalho, B., & Rozalino Santos, M. E. (2022). FOLIAR FERTILIZATION AT THE ESTABLISHMENT OF MARANDU, MAVUNO, MULATO AND YPYPORÃ GRASSES. Veterinária Notícias, 28(1). https://doi.org/10.14393/VTN-v28n1-2022-61721