ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO E INDIVÃ?DUOS HIV+: A ABORDAGEM PROFISSIONAL SEGUNDO ACADÊMICOS DE MEDICINA VETERINÃ?RIA

Autores

  • RESENDE, M.C.O. FAMEV - UFU
  • BORGES, T.D. FAMEV - UFU
  • BRAGA, J.S. FAMEV - UFU
  • ALVES, L. FAMEV - UFU
  • SILVA, F.C. FAMEV - UFU
  • ALMEIDA L.P. FAMEV - UFU

Palavras-chave:

Zoonoses, indivíduos HIV , animal de estimação.

Resumo

Investigar a percepção de estudantes de Medicina Veterinária em relação ao convívio entre indivíduos HIV+ e seus animais de estimação, enfocando a abordagem profissional. Foram entrevistados duzentos e três (203) estudantes matriculados no 7º, 8º e 9º períodos do curso de Medicina Veterinária. Sendo utilizado um questionário, pré-testado e padronizado para a obtenção dos dados. Após a coleta, os dados foram digitados para um banco de dados e posteriormente analisados. Os resultados mostraram que dos 203 indivíduos entrevistados, 85 (41.87%) são do 7º período, 37 (18,22%) eram naturais de Uberlândia, sendo 80 (39,40%) do estado de Minas Gerais, 135 (66.50%) da religião católica, (51,11%), 108 (53,20%) do sexo masculino e a idade média igual à 22,8 anos. 74 (36,45%) afirmaram possuir cinco membros na família e 155 (76,35%) dizem que residem em casa. Com relação ao contato profissional, 69 (33,99%) dos entrevistados disseram que conversam freqüentemente a respeito de zoonoses com os proprietários de animais; 94 (46,30%) referiram sentir bastante confortáveis ao serem aborda-dos por um indivíduo HIV+ com relação ao risco de transmissão de zoonoses de seu animal de estimação. Quando iniciado o acompanhamento de um animal com suspeita de zoonose 75 (36,94%) afirmaram que nunca perguntam se há na residência algum indivíduo imunodeficiente. 120 (59,11%) consideraram significante o risco de um paciente HIV+ contrair uma zoonose de seu animal de estimação. 177 (87,19%) disseram que permitiriam que um indivíduo HIV+ mantivesse um animal de estimação e daria orientações de como evitar adquirir doenças deste animal. Com base nos resultados obtidos concluiu-se que, embora os entrevistados tenham referido sentirem-se confortáveis com relação à abordagem do tema indivíduos HIV+ e riscos de animais de estimação, as respostas demonstraram que eles não estão preparados para lidar com questões relacionadas à abordagem profissional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-02-12

Como Citar

M.C.O., R., T.D., B., J.S., B., L., A., F.C., S., & L.P., A. (2008). ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO E INDIVÃ?DUOS HIV+: A ABORDAGEM PROFISSIONAL SEGUNDO ACADÊMICOS DE MEDICINA VETERINÃ?RIA. Veterinária Notícias - Vet Not, 12(2). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/18687

Edição

Seção

Artigos