Análise espacial da Mortalidade Infantil e suas a relações sócio-ambientais em área urbana / Spatial analysis of infant mortality and its relationship to socio environmental in urban area of Rio Claro, SP, BR
PDF (Português (Brasil))

How to Cite

VEDOVATO, M. A.; LOURENÇO, R. W.; CORDEIRO, M. R. D. Análise espacial da Mortalidade Infantil e suas a relações sócio-ambientais em área urbana / Spatial analysis of infant mortality and its relationship to socio environmental in urban area of Rio Claro, SP, BR. Sociedade & Natureza, [S. l.], v. 23, n. 3, 2012. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/sociedadenatureza/article/view/9989. Acesso em: 22 feb. 2024.

Abstract

O objetivo deste trabalho foi analisar a distribuição espacial dos coeficientes de mortalidade infantil (CMI), de mortalidade neonatal (CMNN) e de natimortalidade (CNM) e de indicadores sócio-ambientais na área urbana de Rio Claro, SP, de 2000 a 2007. Trata-se de estudo ecológico com aplicação de técnicas de análise estatística e de geoprocessamento sobre a distribuição espacial dos indicadores de mortalidade infantil (CMI, CMNN, CNM) e de indicadores de qualidade ambiental nas áreas de abrangência das Unidades de Atendimento à Saúde (UAS). Também foram construídos indicadores de qualidade sócio-ambiental com base nas informações das condições de coleta de lixo, condições sanitárias, abastecimento de águas e das informações relacionadas às condições de escolaridade, renda e natureza da propriedade do imóvel, baseado em informações do Censo, IBGE 2000. Foram observadas correlações (Pearson) significativas entre o índice de qualidade sócio ambiental e os coeficientes de natimortalidade (30%) e mortalidade infantil (12%), a mortalidade neonatal apresentou correlação negativa. Os resultados obtidos reforçam a associação entre a qualidade do ambiente urbano, as condições de vida e moradia com os riscos de morrer mesmo em cidades com baixos coeficientes e boa qualidade ambiental. Provavelmente existam outros fatores como geneticidade, estilo de vida e serviços de saúde desempenhando papel importante para explicar os 'óbitos nesta faixa etária. Espera-se com os resultados obtidos poder auxiliar no entendimento de determinantes de agravos à saúde e ajudar na implantação de programas de gestão e planejamento de diversos setores administrativos em áreas urbanas. Palavras-chave: Mortalidade infantil, Epidemiologia, Qualidade ambiental, Ciência da Informação.
PDF (Português (Brasil))

Authors hold the Copyright for articles published in this journal, and the journal holds the right for first publication. Because they appear in a public access journal, articles are licensed under Creative Commons Attribution (BY), which permits unrestricted use, distribution, and reproduction in any medium, provided the original work is properly cited.

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...