Eficiência hidrológica de telhados verdes para a escala de loteamentos residenciais
PDF

Palavras-chave

Drenagem urbana
Telhados verdes
Escoamento superficial

Como Citar

ALAMY FILHO, J. E.; BARCELOS E MANNA, I. B. C.; MELO, N. A. de; CAIXETA, A. C. M. Eficiência hidrológica de telhados verdes para a escala de loteamentos residenciais. Sociedade & Natureza, [S. l.], v. 28, n. 2, 2016. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/sociedadenatureza/article/view/28740. Acesso em: 6 jul. 2022.

Resumo

O presente trabalho teve o objetivo de estimar o comportamento de um conjunto de telhados verdes em relação à sua capacidade de inibição do escoamento superficial, utilizando a escala espacial de loteamento. A eficiência hidrológica dos telhados verdes foi avaliada em função da redução relativa do volume de escoamento superficial, comparando a situação de implantação da cobertura permeável, em todas as edificações de um loteamento, com a situação de telhado convencional impermeável. As estimativas teóricas utilizaram um modelo hidrológico, com imposição de diversos cenários de precipitação. O efeito das chuvas foi introduzido pela equação de intensidade, duração e frequência local e por distribuições temporais sintéticas. Os tipos e usos do solo foram considerados a partir do parâmetro curva-número. A metodologia proposta foi aplicada para um condomínio residencial situado na cidade de Uberlândia, Minas Gerais. Os resultados das simulações hidrológicas indicaram que a implantação de telhados verdes aponta para reduções expressivas do volume de escoamento superficial. Neste contexto, estimaram-se eficiências entre 2,02% e 55,67%. Para condições de solo inicialmente seco, que são comuns após estiagens, foi prevista uma eficiência hidrológica média de 40,35%. A despeito disto, este índice reduz-se para 10,44% em situações de saturação iminente, decorrentes de chuvas anteriores sucessivas. A despeito da sua dependência da umidade antecedente do solo, este potencial de redução do escoamento superficial é considerável. Assim, a implantação de telhados verdes contribui para atenuar as vazões de pico geradas na saída do loteamento, aliviando o sistema público de drenagem e, num contexto mais amplo, reduzindo os riscos de enchentes ribeirinhas nos fundos de vale. Palavras-chave: drenagem urbana, telhados verdes, escoamento superficial.

PDF

Direitos Autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem em revista de acesso público, os artigos são licenciados sob Creative Commons Attribution (BY), que permite o uso irrestrito, distribuição e reprodução em qualquer meio, desde que o trabalho original seja devidamente citado.

 
 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...