Espetáculo, indústria cultural e alienação

reflexões sobre o fetichismo da mercadoria e o projeto de dominação das massas

Autores

  • Gabriela Antoniello de Oliveira Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPRIM-v6n11a2021-61685

Palavras-chave:

Espetáculo, Indústria cultural, Alienação

Resumo

Este artigo pretende apresentar algumas reflexões sobre os conceitos de i.sociedade do espetáculo, ii.indústria cultural e iii.a relação entre ambos os conceitos, a partir dos elementos hipnóticos e alienantes presentes na indústria da cultura, que é consequência da racionalidade instrumental. A indústria cultural utiliza-se da mercantilização da arte para criar produtos vendáveis e dessa forma se desenvolve a sociedade do espetáculo. Partiremos do pensamento dos filósofos alemães Theodor Adorno e Max Horkheimer, e do filósofo francês Guy Debord. Desenvolver a temática proposta é fundamental para pensarmos a atualidade, partindo da questão: como uma sociedade moderna gera tanta barbárie? Levantamos a hipótese de que a indústria cultural e a sociedade do espetáculo servem ao processo de alienação das massas. É nesse contexto que a mercantilização da arte gera o espetaculismo, produto desejado pelo capitalismo, fortalecendo o aprisionamento do proletariado e provocando a barbárie humana.

 

Spectacle, cultural industry and alienation: reflections on commodity fetishism and the project of masses domination Abstract: This article intends to present some reflections on the concepts of i.society of the spectacle, ii.cultural industry and iii.the relationship between both concepts, from the hypnotic and alienating elements present in the cultural industry, which is a consequence of instrumental rationality. The cultural industry uses the commodification of art to create salable products and, in this way, the society of the spectacle develops. We will start from the thinking of the German philosophers Theodor Adorno and Max Horkheimer, and the French philosopher Guy Debord. Developing the proposed theme is fundamental for us to think about the present, starting with the question: how does a modern society generate so much barbarism? We hypothesize that the cultural industry and the society of the spectacle serve the process of alienation of the masses. It is in this context that the commodification of art generates spectaculism, a product desired by capitalism, strengthening the imprisonment of the proletariat and provoking human barbarism.

Keywords: Spectacle. Cultural industry. Alienation.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-10-13

Como Citar

de Oliveira, G. A. (2021). Espetáculo, indústria cultural e alienação: reflexões sobre o fetichismo da mercadoria e o projeto de dominação das massas. Revista Primordium, 6(11). https://doi.org/10.14393/REPRIM-v6n11a2021-61685

Edição

Seção

Artigos