O Príncipe: uma filosofia em ação

Autores

  • Carlos Eduardo Ruas Dias Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14393/REPRIM.issn.2526-2106.v2n4a2017-04

Resumo

*Graduado em filosofia pela Universidade Estadual de Montes Claros (2011) , atuando principalmente nos seguintes temas: vida, sociedade, Maquiavel, liberdade, política, república e Estado. Atualmente é acadêmico no curso de Pós-Graduação (mestrado) na Universidade Federal de Uberlândia bolsista Capes.

http://dx.doi.org/10.14393/REPRIM.issn.2526-2106.v2n4a2017-04

O Príncipe: uma filosofia em ação

Resumo: Desde que foi escrita, em 1513, “O Príncipe” é uma obra que desperta a atenção daqueles que se dedicam aos estudos acerca das coisas políticas. O modo como Maquiavel dispõe suas ideias, fruto de uma longa experiência à frente da diplomacia florentina, chama a atenção por apresentar a laicização da política. A partir de então, a política passou a ser vista como a arena da ação humana, o espaço onde os homens agem em prol de suas demandas e visam o bem-estar coletivo. “O Príncipe” foi objeto de estudo de diversos pensadores ao longo dos anos, o que a torna uma obra em movimento, pois não ficou contida nos limites daquela sociedade florentina renascentista, mas rompeu as fronteiras do tempo e se fez atual ainda hoje. Uma leitura que pode nos mostrar a atualidade da obra maquiaveliana é a do italiano, Antônio Gramsci, que, no desejo de solucionar os problemas da sociedade de seu tempo, viu em “O Príncipe” uma ferramenta importante para sua empreitada, com isso nos forneceu uma importante leitura do texto de Maquiavel, atualizando o pensamento do autor renascentista. Diante disso, o presente trabalho pretende explorar a contribuição de Gramsci para a leitura de “O Príncipe”.

Palavras-chave: Maquiavel. Política. Príncipe. Filosofia.  

The Prince: a philosophy in action

Abstract: Ever since it’s been writen, in 1513, “The Prince” is a work that calls attention of those who dadicate them selves to the estudies of political things. The way with wich Machiavelli expose his ideas, due to a long expirience ahead of the florentine diplomacy, calls atention by presenting the political secularization. Since then the politics started tobe seen as the field of human action, the space where men act in behaf of their damands looking for the collective welfare. “The Prince” were object of several researchers along the years, wich make it a work in movement, cause it stood not contained to that florentine renaissance society limits, but breached througth its time boundries and make itself present today. One reading that can show us machiavelian’s work actuality is the one made by the italian Antonio Gramsci, were, desiering to solve the problems of his time society, saw in “The Prince” a importante tool in his enterprise, thus providing us a importante reading of Machiavelli’s text, updating the renaissance

Keywords: Maquiavel. Politcs. Prince. Philosophy.

Data de registro: 04/09/2017

Data de aceite: 21/12/2017

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Eduardo Ruas Dias, Universidade Federal de Uberlândia

Licenciado em filosofia pela Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes. Mestrando no programa de Pós-Graduação em filosofia na Universidade Federal de Uberlândia - UFU.

Downloads

Publicado

2019-01-30

Como Citar

Dias, C. E. R. (2019). O Príncipe: uma filosofia em ação. Revista Primordium, 2(4). https://doi.org/10.14393/REPRIM.issn.2526-2106.v2n4a2017-04

Edição

Seção

Artigos