A vida simbólica

Autores

  • Rafaela Fernanda Palhares

Resumo

* Graduanda de Filosofia na Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Pesquisadora e Bolsista do grupo de pesquisa "As Máscaras do Sagrado" fomentado pela FAPEMIG.

A vida simbólica

Resumo:
Este trabalho tem como objetivo analisar a relação entre os conceitos de sagrado e profano, elaborados por Mircea Eliade, e o conceito de vida simbólica, de Carl Gustav Jung. A relação entre esses conceitos é articulada pelas noções de homem moderno e homo religiosus, também de Mircea Eliade. O homem moderno acredita que superou a necessidade do sagrado em sua vida, mas como demonstram os pesquisadores, o sagrado teima em emergir na vida profana. No entanto, essa emersão é feita por meio da linguagem simbólica dos mitos, dos ritos e das mensagens proféticas que não são compreendidas imediatamente pela razão ou consciência do homem moderno.

Palavras-chave: Vida Simbólica. Homo religiosus. Homem moderno. Imaginação.


The Simbolic Life

Abstract:
This article aims to analyse the relation between the concepts of sacred and profane, elaborated by Mircea Eliade, and the concept of symbolic life by Carl Gustav Jung. The relation between these concests is articulated by the notions of modern man and homo religiosus, also by Mircea Eliade. The modern man believes he overcome the need of the sacred in his life, however, as demonstrated by the researchers, the sacred insists on emerging in profane life. However, this emersion is done through the symbolic language in the myths, rites, and prophetic messages, which is not comprehended immediately the reason or consciouness of the modern man.

Keywords: Simbolyc life; Homo religiosus; Modern man; Imagination.

Data de registro: 23/01/2017

Data de aceite: 05/07/2017

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-07-05

Como Citar

Palhares, R. F. (2017). A vida simbólica. PRIMORDIUM - Revista De Filosofia E Estudos Clássicos, 1(2). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/primordium/article/view/39055

Edição

Seção

Artigos