A escola em tempos de pandemia sob o olhar de professores em formação inicial: vivências e desafios

Conteúdo do artigo principal

Rodrigo Oliveira Lopes
https://orcid.org/0000-0001-8259-0785
Priscylla Jordania Pereira de Mesquita
Everton Lüdke

Resumo

Este artigo reflete sobre a escola em tempos de pandemia sob a óptica de professores em formação inicial, com base nas vivências destes sujeitos durante o Estágio Curricular Supervisionado em um Curso de Química Licenciatura. Adotando como problema de pesquisa:  quais as vivências e percepções de professores em formação inicial sobre a escola em tempos de Ensino Remoto Emergencial (ERE)? Foram analisados os relatórios de 11 estagiários por meio da Análise Textual Discursiva de Moraes e Galiazzi (2016), resultando em cinco categorias: a inserção do estagiário na escola, dificuldades dos estudantes sobre tecnologia, dificuldades de aprendizagem, questões emocionais docentes e desafios da prática docente. Foi possível reconhecer problemas de articulação entre as diferentes instâncias que regulam as atividades escolares e que os estudantes e suas famílias por vezes têm compreensões equivocadas sobre o ERE. Indicando a necessidade de reflexões sobre o atual momento envolvendo todos os agentes do ambiente escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Lopes, R. O., Mesquita, P. J. P. de, & Lüdke, E. (2022). A escola em tempos de pandemia sob o olhar de professores em formação inicial: vivências e desafios . Ensino Em Re-Vista, 29(Contínua), e060. https://doi.org/10.14393/ER-v29a2022-60
Seção
DEMANDA CONTÍNUA

Referências

BAADE, J. H., GABIEC, C. E., CARNEIRO, F. K., MICHELUZZ, S. C. P., MEYER, P. A. R. Professores da educação básica no brasil em tempos de Covid-19. Holos. v.36, n.5, p. 1-17, 2020.

BORGES, V. J.; BITTE, R. C. F. Estágio curricular supervisionado: identidade e saberes docentes. Educação em Perspectiva, Viçosa, MG, v. 9, n. 1, p. 30-47, 2018. Disponível em: https://periodicos.ufv.br/educacaoemperspectiva/article/view/6900. Acesso em: 16 ago. 2021. DOI: http://doi.org/10.22294/eduper/ppge/ufv.v9i1.799.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Curricular Comum: versão final. Secretaria da Educação Fundamental. Brasília, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 16 jan. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria n.º 343, de 17 de março de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Coronavírus - COVID-19. Diário Oficial da União, Brasília, 2020a. Disponível em: http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-343-de-17-de-marco-de-2020-248564376. Acesso em: 22 abr. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 473 de 12 de maio de 2020. Prorroga o prazo previsto no § 1º do art. 1º da Portaria nº 343, de 17 de março de 2020. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2020b.

BRASIL. Portaria nº 544, de 16 jun. 2020. Diário Oficial da União. Brasília, 2020c. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-544-de-16-de-junho-de-2020-261924872. Acesso em: 23 dez. 2020.

BRASIL. Resolução CNE/CP nº 2, de 01 de julho de 2015, define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2015.

BRITO, A.E. (Re)discutindo a formação de professores na interface com o estágio supervisionado. Revista Iberoamericana de Educación. n. 56, v. 2, 2011.

CHAVES, I. M. A pesquisa Narrativa: uma forma de evocar imagens da vida de professores. Revista Educação em Debate, Fortaleza, nº 39. p. 86-93, 2000.

FELÍCIO, H. M. S.; OLIVEIRA, R. A. A formação prática de professores no estágio curricular. Educar, Curitiba, n. 32, p. 215-232, 2008.

GIANOTTO, D. E. P.; CARVALHO, F. A. Diário de aula na e sua relevância na formação inicial de professores de Ciências Biológicas. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v.14, n.2, p.131-156, 2015.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

HODGES, C.; MOORE, S.; LOCKEE, B.; TRUST, T.; BOND, A. The Difference Between Emergency Remote Teaching and Online Learning. Educause Review, 2020. Disponível em: https://er.educause.edu/articles/2020/3/the-differencebetween-emergency-remote-teaching-and-online-learning#fn3. Acesso em: 16 de jul. 2021.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua: Educação 2019. Brasília, DF: IBGE, 2020. ISBN 978-65-87201-09-2.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA. Portaria Nº 0313, IFFAR, 16 mar. 2020a.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA FARROUPILHA. Portaria Nº 041, IFFAR, 28 jul. 2020b.

IZA, D.F.V.; BENITES, L.C.; NETO, L.S.; CYRINO, M.; ANANIAS, E.V.; ARNOSTI, R.P.; NETO, S.S. Identidade docente: as várias faces da constituição do ser professor. Revista Eletrônica de educação, v.8, n.2, p. 273-292, 2014. Disponível em: http://dx.doi.org/10.14244/198271999978. Acesso em: 10 de jun. 2021.

LIMA, M. S. L. Reflexões sobre o estágio/prática de ensino na formação de professores. Diálogo Educação, Curitiba, v.8, n.23, p.195-205, jan/abr. 2008. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=189117303012. Acesso em: 16 ago. 2021.

LÜDKE, M. Universidade, escola de educação básica e o problema do estágio na formação de professores. Formação Docente, Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, p. 95-108, 2009. Disponível em: http://formacaodocente.autenticaeditora.com.br/artigo/exibir/1/5/1. Acesso em: 10 de jun. 2020.

MIRANDA, K. K. Câmara De Oliveira et al.. Aulas remotas em tempo de pandemia: desafios e percepções de professores e alunos. Anais VII CONEDU - Edição Online. Campina Grande: Realize Editora, 2020. Disponível em: https://editorarealize.com.br/artigo/visualizar/68086. Acesso em: 18 de ago de 2021

MORAES, R.; GALIAZZI, M. C. Análise Textual Discursiva. Ijuí: Unijuí, 2016.

MOREIRA, J. A. M.; HENRIQUES, S.; BARROS, D. Transitando de um ensino remoto emergencial para uma educação digital em rede, em tempos de pandemia. Dialogia, São Paulo, n. 34, p. 351-364, jan./abr. 2020. Disponível: https://doi.org/10.5585/Dialogia.N34.17123. Acesso em: 10 de jun. 2021.

PIMENTA, S. G.; LIMA, M. S. L. Estágio e docência: diferentes concepções. Poíesis v. 3, n. 3 e 4, p.5-24, 2006.

ROSA, J. K. L.; WEIGERT, C.; SOUZA, A. C. G. A. Formação docente: reflexões sobre o estágio curricular. Ciência & Educação, Bauru, v. 18, n. 3, p. 675-688, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1516-73132012000300012. Acesso em: 16 mai. 2021.

SCALABRIN, I. C.; MOLINARI, A. M. C. A importância da prática do estágio supervisionado nas licenciaturas. Revista UNAR. v. 7, n. 1, 2013. Disponível em: http://revistaunar.com.br/cientifica/volumes-publicados/volume-7-no1-2013. Acesso em: 18 ago. 2021.

SILVA, S. H. G., OLIVEIRA, C. D. M. Estágio à docência no ensino remoto emergencial: uma geografia comprimida e fluente em tempos de pandemia.Geopauta. v. 5, n. 1, 2021, e7984 ISSN: 2594-5033. Disponível em: https://www.sciencegate.app/document/10.22481/rg.v5i1.7984. Acesso em: 18 ago. 2021.

SILVA, A. M. C. As contribuições do estágio supervisionado na formação docente em tempos de pandemia. Infinitum: Revista Multidisciplinar. v. 3, n. 5, jul./dez. 2020. Disponível em: https://200.137.132.252/infinitum/article/view/15001. Acesso em: 18 de ago. de 2021.

SOUZA, E.M.F.; FERREIRA, L.G. Ensino Remoto Emergencial e o Estágio Supervisionado nos cursos de Licenciatura no Cenário da Pandemia Covid 19. Tempos Espaços Educativos, v.13, n. 32, jan./dez. 2020.

TONIN, C. M. da C.; BELINAZO, N. B. C.; DRABACH, N. P. Diretrizes Pedagógicas para o Ensino Remoto no IFFar. Pró-Reitoria de Ensino. Santa Maria, 2020.

VALENTE, G. S. C.; MORAES, É. B.; SANCHEZ, M. C. O.; SOUZA, D. F.; PACHECO, M. C. M. D. O ensino remoto frente às exigências do contexto de pandemia: reflexões sobre a prática docente. Research, Society and Development, v.9, n.9, 2020. ISSN 2525-3409. Disponível em: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i9.8153. Acesso em: 10 dez. 2020.

ZANCUL, M. de S. O Estágio Supervisionado em Ensino segundo a percepção de licenciados em Ciências Biológicas- Revista Simbiologias, v.4, n.6, Dez/2011.