A formação continuada na perspectiva da colaboração profissional entre professores: uma revisão bibliográfica

Conteúdo do artigo principal

Michelly Vital da Silva
https://orcid.org/0000-0002-6193-4099
Itale Luciane Cericato
https://orcid.org/0000-0003-1163-3551

Resumo

Este artigo apresenta dados de estudo que revisou o estado da questão a respeito da formação continuada na perspectiva da colaboração profissional entre professores. O interesse pelo tema decorre de a literatura especializada apontar que a formação continuada realizada por meio de cursos, palestras e seminários tem sido insuficiente para suprir as necessidades dos professores frente aos atuais desafios da profissão, evidenciando a conveniência de se conhecer alternativas mais eficazes. Foram buscadas, a partir do descritor “formação continuada colaborativa em serviço”, pesquisas empíricas recentes produzidas nos últimos cinco anos e publicadas na base de dados da Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD), no Portal de Periódicos da Capes e no portal de dados científicos WorldWideScience.org. Os resultados encontrados apontam que processos de formação continuada, realizados de modo colaborativo entre os professores, promovem mudanças na prática pedagógica e contribuem para o desenvolvimento profissional docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Silva, M. V. da ., & Cericato, I. L. . (2022). A formação continuada na perspectiva da colaboração profissional entre professores: uma revisão bibliográfica. Ensino Em Re-Vista, 29(Contínua), e009. https://doi.org/10.14393/ER-v29a2022-9
Seção
DOSSIÊ 1: A EXPERIÊNCIA DA PESQUISA COLABORATIVA EM REDE

Referências

ALVARADO-PRADA, L. E.; FREITAS, T. C.; FREITAS, C. A. Formação Continuada de Professores: alguns conceitos, interesses e propostas. Revista Diálogo Educacional. V. 10, n. 30, p. 367-387, maio/ago. 2010. Disponível em: https://periodicos.pucpr.br/index.php/dialogoeducacional/article/view/2464. Acesso em: 08 out. 2021.

ANDRÉ, M. Formação de professores: a constituição de um campo de estudos. Educação. v. 33. n. 3 p. 174-181, set/dez. 2010. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/8075/5719. Acesso em: 08 out 2021.

BACCO, T. S. Grupo colaborativo e o uso da mídia na escola: avaliação de uma proposta formativa de professores. 2016. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual Paulista, Presidente Prudente, 2016. Disponível em: https://repositorio.unesp.br/handle/11449/141971. Acesso em: 30 out. 2019.

BOAVIDA, A. M.; PONTE, J. P. Investigação colaborativa: potencialidades e problemas. In: GTI (org.). Reflectir e investigar sobre a prática profissional. Lisboa: APM, 2002. Disponível em: http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/jponte/docs-pt/02-Boavida-Ponte(GTI).pdf. Acesso em: 30 out. 2019.

BUENO, M. B. Educação de jovens e adultos: formação continuada colaborativa entre professores da sala comum e da educação especial. 2019. Dissertação (Mestrado em Educação Especial). Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2019. Disponível em: https://repositorio.ufscar.br/bitstream/handle/ufscar/11076/BUENO_MelinaBrandt_2019.pdf?sequence=2&isAllowed=y. Acesso em: 30 out. 2019.

CANDAU, V. M. F. Formação continuada de professores: tendências atuais. In: REALI, Aline Maria M. R.; MIZUKAMI, Maria da Graça N. (org.). Formação de professores: tendências atuais. São Carlos: EDUFSCar, 1996.

CANDAU, V. M. (org). Magistério: construção cotidiana. Petrópolis: Vozes, 1997.

CERICATO, I. L. Sentidos da profissão docente. 2010. 345 f. Tese (Doutorado em Psicologia) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2010. Disponível em: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15974. Acesso em: 08 out. 2021

DAY, C. Desenvolvimento profissional de professores: os desafios da aprendizagem permanente. Porto: Porto Editora, 2001.

FULLAN, M.; HARGREAVES, A. Por que é que vale a pena lutar?: o trabalho de equipa na escola. Porto: Porto Editora, 2001.

GABRE, S. D. F. Para habitar o museu com o público infantil: uma proposta de formação colaborativa. 2016. Tese (Doutorado em Educação). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2016. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/151253. Acesso em: 30 out. 2019.

GARCIA, C. M. Desenvolvimento profissional docente: passado e futuro. Sísifo - Revista de Ciências da Educação, Lisboa, n. 8, p. 7-22, jan./abr. 2009.

GARCIA, C. M. Formação de professores: para uma mudança educativa. Porto: Porto Editora, 1999.

IMBERNÓN, F. Formação continuada de professores. Porto Alegre: Artmed, 2010.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e incerteza. Tradução: Silvana Cobucc Leite. 9 ed. São Paulo: Cortez, 2011.

IMBERNÓN, F. Entrevista. [Entrevista concedida a] Revista Internacional de Formação de Professores. v. 2, n. 2, p. 184-188, 2017. Disponível em: https://periodicos.itp.ifsp.edu.br/index.php/RIFP/article/view/669/689. Acesso em: 08 out. 2021.

LAVONEN, J.; KORHONEN, T.; VILLALBA-CONDOR, K. Description of collaborative strategies to meet the challenges of Finnish education. Referência Pedagógica, n. 1, p. 86-100, 2018. Disponível em: http://rrp.cujae.edu.cu/index.php/rrp/article/download/142/166. Acesso em: 30 out. 2019.

LEONTIEV, A. N. O desenvolvimento do psiquismo. Tradução: Rubens Eduardo Frias. São Paulo: Centauro, 2004.

LEONTIEV, A. N. Uma contribuição para a teoria do desenvolvimento da psique infantil. In: Vygotsky, L. S.; LURIA A. R.; LEONTIEV A., N. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo: Ícone/Edusp, 1989.

MIRANDA, F. L. de A.; PINO, J. C. D. O desafio de transformar experiências individuais em práticas coletivas: perspectivas para a efetiva inclusão escolar. Revista Prática Docente. v. 3, n. 1, p. 295-315, jan./jun. 2018. DOI: https://doi.org/10.23926/RPD.2526-2149.2018.v3.n1.p295-315.id130.

NÓBREGA-THERRIEN, S. M.; THERRIEN, J. Trabalhos científicos e o estado da questão: reflexões teórico-metodológicas. Estudos em avaliação educacional, v. 15, n. 30, jul./dez. 2004. DOI: https://doi.org/10.18222/eae153020042148.

NOVOA, A. Nada substitui um bom professor: propostas para uma revolução no campo da formação de professores; In: GATTI, B. A. et al (orgs.) Por uma política nacional de formação de professores. São Paulo: Editora UNESP, 2013.

OLIVEIRA, A. B. de. Grupo colaborativo como estratégia formativa de articulação da educação infantil com o Ensino Fundamental I. 2017. 165 f. Dissertação (Mestrado em Educação: Formação de Formadores) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Formação de Formadores, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: https://www.pucsp.br/sites/default/files/download/anais-formep.pdf. Acesso em: 30 out. 2019.

OLIVEIRA, A.C.P.de; CARVALHO, C.P.de; CARRASQUEIRA, K. Colaboração docente e resultados educacionais no Brasil. Educar em Revista. v. 36, e70499, 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0104-4060.70499.

RAPOSO, E. O.; FREITAS, N. M. da S. Coletivo de estudos, formação e práticas em educação para o desenvolvimento sustentável: itinerários de uma formação. Revista Exitus, v. 9(2), p. 322-350, abr. 2019. DOI: https://doi.org/10.24065/2237-9460.2019v9n2ID865.

RICHIT, A; PONTE, J. P.; TOMKELSKI, M.L. Desenvolvimento da prática colaborativa com professoras dos anos iniciais em um estudo de aula. Educar em Revista. v. 36, e69346, 2020. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0104-4060.69346.

SAVIANI, D.; DUARTE, N. A formação humana na perspectiva histórico-ontológica. Revista Brasileira de Educação. v. 15, n. 45. Set/dez 2010. Disponível em:https://www.scielo.br/j/rbedu/a/yXjXQvzWfhSp5VNhX6KqKLh/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 08 out. 2021.

SILVA JUNIOR, C. A. Construção de um espaço público de formação. In: SILVA JUNIOR et al. (org.). Por uma revolução da formação de professores. São Paulo: Editora Unesp, 2015.

SOUZA. F. L. de. Grupo colaborativo e tutoria como estratégias de formação continuada para professores de química visando ao desenvolvimento profissional. 2016. Tese (Doutorado em Interunidades de Ensino de Ciências) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/81/81132/tde-15052017-150408/publico/Fabio_Luiz_de_Souza.pdf. Acesso em: 30 out. 2019.

SPEAKES, N. F. S. Rebeldes com causa: narrativa construída na formação colaborativa de professores na escola. 2017. 146 f. Tese (Doutorado em Educação: História, Política, Sociedade) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: https://tede2.pucsp.br/handle/handle/20264. Acesso em: 30 out. 2019.

THURLER, M. G. Inovar no interior da escola. Tradução: Jeni Wolff. Porto Alegre: Artmed, 2001.

TORRES, P. L.; ALCÂNTARA, P. R.; IRALA, E. A. F. Grupos de consenso: uma proposta de aprendizagem colaborativa para o processo de ensino-aprendizagem. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 4, n. 13, p. 129-145, 2004.

TRILLO, F. et al. El desarrollo profesional y la colaboración docente: un análisis situado en el contexto español de las tensiones y fracturas entre la teoría y la práctica. Archivos Analíticos de Políticas Educativas, 25(117), 2017. DOI: http://dx.doi.org/10.14507/epaa.25.3316.

VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente. 7. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

VYGOTSKY, L. S. Pensamento e linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 1987.