Redes de Pesquisa em Educação e Colaboração Científica

Conteúdo do artigo principal

Altina Abadia da Silva
https://orcid.org/0000-0002-7496-5556
Cláudia Tavares do Amaral
https://orcid.org/0000-0003-2859-9353
Luciana Barros de Almeida
https://orcid.org/0000-0001-7099-4686

Resumo

Nosso objetivo é compreender as formas de atuação das redes de pesquisa em educação e colaboração científica e a cooperação com a universidade brasileira. Fizemos uma pesquisa bibliográfica para reunir dados na investigação proposta tendo como base de dados: Rede Universitas, RedeEstrado, Rede Aste, RedeCentro, RIEOnLIFE. Como resultados, identificamos que a criação de redes acontece dentro de critérios científicos e/ou acadêmicos tendo, em alguns casos, critérios econômicos, formativos para ampliar possibilidades de publicações,  isso responde as questões constituintes de algumas redes aqui analisadas, mostra a crise financeira da universidade brasileira enquanto entidade de pesquisa, e a necessidade de alinhamento com fontes externas de fomento e ao cumprimento da métrica das agências avaliadoras. As considerações finais, do ponto de vista crítico analítico, evidenciam processos em confronto e, ao mesmo tempo, complementares. Estamos convictas da importância do trabalho em rede, pois a vinculação possibilita ao pesquisador a aquisição de conhecimentos novos, além de observar um esforço mútuo nas dinâmicas empreendidas em prol da consolidação de redes de pesquisa, e na manutenção dos grupos de pesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Silva, A. A. da ., Amaral, C. T. do ., & Almeida, L. B. de . (2022). Redes de Pesquisa em Educação e Colaboração Científica. Ensino Em Re-Vista, 29(Contínua), e002. https://doi.org/10.14393/ER-v29a2022-2
Seção
DOSSIÊ 1: A EXPERIÊNCIA DA PESQUISA COLABORATIVA EM REDE

Referências

ANDRADE, Carlos Drummond de. Reunião. Dez livros de poesia. 8.ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 1977. (Sentimento do Mundo.)

ASTE, Rede de Pesquisadores e Pesquisadoras sobre Associativismo e Sindicalismo dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação. 2021. Disponível em: https://redeaste.irice-conicet.gov.ar/. Acesso em: 10 jul. 2021.

CENTRO. Rede, 2021. https://ppge.fe.ufg.br/n/49772. Disponível em: https://ppge.fe.ufg.br/n/49772-redecentro-rede-de. Acesso em: 30 jun. 2021.

CUNHA, Maria Isabel da. Diálogos sobre a Pesquisa Colaborativa e em Rede: “o desafio de construir uma caminhada coletiva”. [Entrevista cedida a] Solange Martins Oliveira Magalhães. Revista Ensino em Revista, no prelo, 2021.

ESTRADO. Rede, 2021. https://redeestrado.org/. Disponível em: https://redeestrado.org/apresentacao/. Acesso em: 30 jun. 2021.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 16. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2006.

GALLO, Solange L. Redes de pesquisa e a produção de conhecimento científico. (s.d.). Disponível em: http://dlm.fflch.usp.br/sites/dlm.fflch.usp.br/files/Solange%20Gallo.pdf. Acesso: 09 jul. 2021.

GATTI, Bernadete A. Formação de grupos e redes de intercâmbio em pesquisa educacional: dialogia e qualidade. Revista Brasileira de Educação. Set /Out /Nov/Dez 2005 nº 30, p. 124-132. Disponível em: https://gestaoeducacaoespecial.ufes.br/sites/gestaoeducacaoespecial.ufes.br/files/field/anexo/a10n301.pdf. Acesso: 09 jul. 2021.

LEITE, Denise et. al. Avaliação de Redes de Pesquisa e Colaboração. Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v. 19, n. 1, p. 291-312 mar. 2014. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1414-40772014000100014. Acesso em: 15 maio 2021.

MAGALHÃES, Solange Martins Oliveira. Entrevista com a professora e pesquisadora Solange Martins Oliveira Magalhães. [Entrevista cedida a] Tiago Zanquêta de Souza. Revista Profissão Docente, Uberaba-MG, v.21, n.46, p.01-15, 2021. Disponível em: http://dx.doi.org/10.31496/rpd.v21i46.1411. Acesso em: 30 jun. 2021.

MANCEBO, Deise; CARVALHO, Renata Ramos da Silva; FERREIRA, Diana Regina dos Santos Alves; PAZ, Suelaynne Lima (orgs.). Política de educação superior: educação profissional tecnológica e do campo. Anápolis, GO: Editora UEG, 2021.

MARQUES, Eduardo; KIRNER, Cláudio. Redes de computadores de alta velocidade, uma solução nacional. Ciência Hoje, v. 7, n. 41, p. 2-10. abr. 1988.

MENDES, Enicéia Gonçalves; TANNÚS-VALADÃO, Gabriela; D´AFFONSECA, Sabrina Mazo. Impactos e desafios das redes de pesquisa: o caso do observatório nacional de educação especial. Revista Teias, v. 17, n. 46, p. 5-22, out. 2016. Disponível em: https://doi.org/10.12957/teias.2016.25891. Acesso em: 19 jun. 2021.

MIRANDA, Kênia. A Natureza sócio-histórica do Trabalho Docente: do sacerdócio à sindicalização. Associativismo e sindicalismo docente no Brasil. Rio de Janeiro, 17 e 18 de abril de 2009. Seminário para discussão de pesquisas e constituição de rede de pesquisadores.

MOROSINI, Marília Costa; FRANCO, Maria Estela Dal Pai. Gestão de redes de pesquisa em educação superior: questão de princípios e ethos. In: FRANCO, Maria Estrela Dai Pai; MOROSINI, Marília Cota. (orgs.). Redes acadêmicas e produção do conhecimento em educação superior. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, 2001. p. 35-50.

OLIVEIRA, Dalila Andrade; FELDFEBER, Myriam; SOUZA, Elizeu Clementino de. Inclusão democrática e direito à educação: desafios para a docência na América Latina. Belo Horizonte: Editora Unika, 2015.

RIEOnLife, Rede Internacional de Educação On life, 2021. Disponível em: https://rieonlife.com/. Acesso em: 30 jun. 2021.

SOBREIRA, Henrique Garcia. Alguns Aspectos da Reorganização do Movimento dos Professores Públicos do Estado do Rio de Janeiro (1977-1980). Educ. Soc. v. 22, n. 77, dez 2001. Disponível: https://doi.org/10.1590/S0101-73302001000400007. Acesso em: 19 jun. 2021.

SOUZA, R. C. C. R.; MAGALHÃES, S. M. O. QUEIROZ, V. R. F. (orgs.). A pesquisa sobre professores(as) no Centro-Oeste dimensões teóricas e metodológicas. Goiânia: IFT-GO, 2017.

UNIVERSITAS. Rede, 2021. https://universitas.com.br/. Disponível em: http://www.redeuniversitas.com.br/p/rede-universitas_22.html. Acesso em: 30 jun. 2021.