A formação do/a educador/a social que atua em instituições de acolhimento: um estado da arte (2009-2019)

Conteúdo do artigo principal

Léslie Amanda da Silva
https://orcid.org/0000-0003-0770-2710
Fabiane Freire França
https://orcid.org/0000-0001-9781-9773
Solange Franci Raimundo Yaegashi
https://orcid.org/0000-0002-7666-7253

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar um estado da arte sobre a formação dos/as educadores/as sociais que atuam em instituições de acolhimento, com o recorte temporal de 2009 a 2019. As pesquisas foram mapeadas no banco de periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e nas plataformas de difusão científica online Scielo e Google Acadêmico. Os resultados encontrados evidenciam a necessidade de pesquisas sobre a formação dos/as educadores/as sociais, visto que desde o Projeto de Lei 5346, apresentado no ano de 2009, foi proposta a regulamentação profissional da educação social no Brasil. Constatou-se que até a presente data, o Projeto de Lei 2941/2019, que também trata da regulamentação da profissionalização dos/as educadores/as sociais encontra-se em tramitação e aguarda a aprovação do Congresso. Dessa forma, as pesquisas encontradas dialogam com as legislações que são abordadas pelas autorias e propiciam discussões acerca da formação do/a educador/a social e sua atuação em instituições de acolhimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Silva, L. A. da ., França, F. F. ., & Yaegashi, S. F. R. . (2021). A formação do/a educador/a social que atua em instituições de acolhimento: um estado da arte (2009-2019). Ensino Em Re-Vista, 28(Contínua), e051. https://doi.org/10.14393/ER-v28a2021-51
Seção
DOSSIÊ - MUDANÇAS NO SISTEMA EDUCIONAL: DO QUE SENTIMOS FALTA?

Referências

ARAUJO, J. D. Regulamentação da profissão de educador social é aprovada na CAS. Agência Senado. BRASIL, 2019. Disponível em: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2019/04/10/regulamentacao-da-profissao-de-educador-social-e-aprovada-na-cas. Acesso em 12 set. 2020.

AVOGLIA, H.R. C.; SILVA, A. M. ; MATOS, P. M. . Educador social: imagem e relações com crianças em situação de acolhimento institucional. Revista Mal-Estar e Subjetividade (versão eletrônica), v. XII, p. 265-292, 2012.

AZEVEDO, S. Educação social: a legitimação de uma profissão com autoridade interventiva. Laplage em Revista (Sorocaba), vol.5, n.2, mai.- ago. 2019.

BAULI, R. A.; MÜLLER, V. R. . Evolução e Perspectivas da Normatização da Profissão de Educador Social no Brasil. Convergencias. Revista de Educación., v. 02, p. 153-171, 2019.

BARROS, N. S.; NAIFF , L. A. M. Capacitação para educadores de abrigo de crianças e adolescentes: identificando representações sociais. Estudos e Pesquisas em Psicologia (Online), v. 15, p. 240-259, 2015.

BRASIL. Projeto de Lei (PL) – 5346/2009. Dispõe sobre a criação da profissão de educador e educadora social e dá outras providências. Câmara dos Deputados, Projetos de leis e outros Proposições. Brasília.

BRASIL. Projeto de Lei (PL) – 2676/2019. Dispõe sobre a criação da profissão de educador e educadora social e dá outras providencias. Câmera dos Deputados, Projetos de leis e outras proposições. Brasília.

BRASIL. Projeto de Lei Nº 2941/2019. Regulamenta a profissão de educador social. Senado Federal. Brasília

BRASIL. Classificação Brasileira de Ocupações. Ministério do Trabalho e Emprego. Portaria nº 397, de 09 de outubro de 2002. Aprova a Classificação Brasileira de Ocupações – CBO/2002.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei n.º 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Bases da Educação Nacional. Diário Oficial da União, Brasília, 23 dez. 1996.

CAVALCANTE, L. I. C; CORRÊA, L.S. . Perfil e trajetória de educadores em instituição de acolhimento infantil. Cadernos de Pesquisa (Fundação Carlos Chagas. Impresso), v. 42, p. 494-517, 2012.

CINTRA, A.L. ; SOUZA, M. Institucionalização de crianças: leituras sobre a produção da exclusão infantil, da instituição de acolhimento e da prática de atendimento. Revista Mal-Estar e Subjetividade (Impresso), v. X, p. 809-833, 2010.

EPIFÂNIO, T. P. ; GONÇALVES, M. V . Crianças como sujeitos de direitos: uma revisão de literatura sobre crianças em situação de acolhimento institucional. Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional , v. 25, p. 373-386, 2017.

FAVERO, C.; RAZERA, J.; HAACK, K. R.; FALCKE, D. Acolhimento institucional: considerações sobre a forma como o cuidado subjetivo se apresenta no cotidiano de trabalho dos educadores sociais. ALETHEIA (ULBRA), v. 47-48, p. 51-63, 2015.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. – 66. Ed. – Rio de Janeiro/ São Paulo: Paz e Terra, 2018.

GRACIANI. M. S. S. Pedagogia Social de Rua: análise e sistematização de uma experiência vivida. 5. Ed. São Paulo: Cortez, 2015.

HALL, S. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução Tomaz Tadeu da Silva & Guaciara Lopes Louro – 12º ed. Lamparina, 2019.

MÜLLER, V. R.; BAULI, R. A. Normatização da profissão do(a) Educador(a) Social: mitos e metas. ENSINO & PESQUISA, v. 15, n. 02, p. 28-42, 2017.

PAULO, F. D. S.; NACHTIGALL, N. R. G.; GOES, T. P. . Educação Popular e Educação Social a partir de Paulo Freire: conceitos em disputas ou complementares?. REVISTA PEDAGÓGICA (CHAPECÓ. ONLINE), v. 21, p. 43-62, 2019.

PEREIRA, A. O educador social e suas competências de atuação profissional: um trabalhador da Educação pela LDBEN n.º 9.394/96?. DEBATES EM EDUCAÇÃO, v. 11, p. 311-332, 2019.

PEREIRA, A. A profissionalidade do educador social frente a regulamentação profissional da educação social: as disputas em torno do projeto de Lei 5346/2009. Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, v. 11, p. 1294-1317, 2016.

SANTOS, K. ; PAULA, E. M. A. T. . A teoria de Paulo Freire como fundamento da Pedagogia Social. Interfaces Científicas - Educação, v. 3, p. 33-44, 2014.

SANCHEZ, M. B. L. M.; SOUZA, C. B. . A importância do educador social no desenvolvimento psicossocial da criança institucionalizada. CIPPUS - REVISTA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UNILASALLE, v. 05, p. 11-28, 2017.

SILVA, R. D. Os fundamentos freirianos da pedagogia social em construção no Brasil. Pedagogía Social. Revista Interuniversitaria, núm. 27, enero-junio, 2016, pp. 179-198 Sociedad Iberoamericana de Pedagogía Social Sevilla, España.

SOUZA, J. A. Terceiro Setor, Instituições de Ensino e Educadores Sociais: fomação e práticas pedagógicas. REPATS, Brasília, v.6, n.1, p. 358-377, 2019.

UJIIE, N. T.; NATALI, P. M. ; MACHADO, E. R. . Contextos de formação do educador social no Brasil. Educação Unisinos, v. 13, p. 117-124, 2009.