As práticas educativas e o pedagogo hospitalar

Conteúdo do artigo principal

Araci Asinelli-Luz
https://orcid.org/0000-0001-5880-0543
Tatiane Delurdes de Lima-Berton
https://orcid.org/0000-0001-6653-2593
Michelle Popenga Geraim Monteiro
https://orcid.org/0000-0003-3058-8987

Resumo

O resgate do processo de humanização dos hospitais vem ao encontro da pedagogia hospitalar que alicerça e dá continuidade aos estudos daqueles que necessitam de atendimento escolar e que por alguma razão encontram-se em condições de enfermidades, que estejam impedidos temporariamente de retomar a normalidade da sua vida social, familiar e escolar. Nesse sentido, o presente estudo busca compreender as práticas educativas do educador/pedagogo hospitalar para promoção da Educação em ambientes hospitalares. Para isso, utilizou-se de uma pesquisa qualitativa, de cunho teórico, para a discussão sobre possíveis práticas educativas com base na Pedagogia Hospitalar. Pensa-se que tais práticas educativas no ambiente hospitalar podem favorecer a inclusão social, melhoria clínica de crianças e adolescentes e retomada dos estudos que foram interrompidos na escola, bem como enfatizar a produção de pesquisas na área.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Asinelli-Luz , A. ., Lima-Berton, T. D. de ., & Monteiro, M. P. G. . (2021). As práticas educativas e o pedagogo hospitalar. Ensino Em Re-Vista, 28(Contínua), e002. https://doi.org/10.14393/ER-v28a2021-2
Seção
DOSSIÊ - FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA O ATENDIMENTO EM AMBIENTE HOSPITALAR

Referências

BARROS, Alessandra Santana Soares. Contribuições da educação profissional em saúde à formação para o trabalho em classes hospitalares. Cadernos CEDES, v.27, n.73, dez., 2007. ISSN 0101-3262.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição: República Federativa do Brasil. Brasília, Distrito Federal: Senado Federal, 1988.

BRASIL. Lei Federal nº 9394/96, de 20 de dezembro de 1996. Institui as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial, Brasília, Distrito Federal, 1996.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP nº01, de 15 de maio de 2006. Brasília, Distrito Federal: Senado Federal, 2006.

BRASIL. Lei Federal nº 8069, de 13 de julho de 1990. Institui o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, Distrito Federal, 1990/2013.

CARDOSO, Clodoaldo Meneguello. Uma visão holística de educação. São Paulo: Summus, 1995.

CECCIM, Ricardo Burg. Classe Hospitalar: encontros de Educação e da Saúde no Ambiente Hospitalar. Revista Pátio, Porto Alegre, v. 03, n. 10, ago/out., 1999.

CECCIM, Ricardo Burg; FONSECA, Eneida Simões da. Atendimento pedagógico-educacional hospitalar: promoção do desenvolvimento psíquico e cognitivo da criança hospitalizada. Temas sobre Desenvolvimento, v.8, n.44, 1999.

DUTRA, Vanessa Aparecida. História da Pedagogia Hospitalar no Brasil. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2009.

FONSECA, Eneida Simões da. Atendimento escolar no ambiente hospitalar. 1 ed. São Paulo: Memnon Edições Científicas, 2003.

FONTES, Rejane. A escuta pedagógica à criança hospitalizada: discutindo o papel da educação no hospital. Revista Brasileira de Educação, n. 29, ago., 2005, ISSN 1413-2478.

LOVISOLO, Elena. Larousse Cultural: dicionário de língua portuguesa. São Paulo: Nova Cultural, 1992.

MATOS, Elizete Lúcia Moreira. A hospitalização escolarizada e a formação do professor para atuar em contexto hospitalar. In: Secretaria de Estado da Educação. Superintendência de Educação. Diretoria de Políticas e Programas Educacionais. Núcleo de Apoio ao Sareh. Curitiba: SEED/PR., 2010. – 140 p.

MATOS, Elizete Lúcia Moreira. MUGIATTI, Margarida Maria Teixeira de Freitas. Pedagogia Hospitalar: A humanização integrando educação e saúde. 4 ed.Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes, 2009.

MATOS, Elizete Lúcia Moreira. O desafio do professor universitário na formação do Pedagogo para atuação na educação hospitalar. 157f. Dissertação (Mestrado em Educação), Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 1998.

PARANÁ. Secretaria de Estado da Educação. Superintendência de Educação. Diretoria de Políticas e Programas Educacionais. Núcleo de Apoio ao Sareh. Serviço de Atendimento à Rede de Escolarização Hospitalar (Sareh) - Curitiba: Seed-PR., 2010. 140 p.

PARREIRA, Lúcia Aparecida; JOSÉ FILHO, Mário. A Educação não formal: desafios de uma prática pedagógica. Revista Serviço Social e Realidade, v.19, n.1. São Paulo, 2010.

REIS, Viviane de Souza; COSTA, Veronica Bernarda. Pedagogia Hospitalar: um novo campo de atuação do professor Pedagogo. Revista EDUTEC, v. 01, n. 15, p. 1-6, 2015.

RIBEIRO, Márden de Pádua. Por uma pedagogia crítica. Ensino em Re-Vista. Uberlândia, MG. v. 23, n. 2, p. 522-547, 2016.

SANTOS, Maria Cecília Huzmann. A atuação do Pedagogo na escolarização hospitalar e domiciliar. X Congresso Nacional de Educação (EDUCERE). Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, 2011.

SILVA, Aline Fabiana da; CARDOSO, Cristiane Aparecida; SANTOS, Mauro Augusto dos. O Trabalho do Pedagogo no Ambiente Hospitalar. Revista Brasileira de Educação e Cultura, v. 01, n. 04, jul./dez., 2012.

TAVARES, Bruna Feijó. A Pedagogia no espaço hospitalar: contribuições pedagógicas a um ambiente de renovação e aprendizagem. Trabalho de Conclusão de Curso (Curso de Pedagogia). Centro Universitário Municipal de São José – USJ, São José, 2011.