A utilização de tecnologias digitais no Curso de Licenciatura em Matemática PARFOR/EaD da Universidade Federal de Uberlândia

Conteúdo do artigo principal

Elivelton Henrique Gonçalves
https://orcid.org/0000-0003-2969-9380
Fabiana Fiorezi de Marco
https://orcid.org/0000-0002-7126-5626

Resumo

Esta pesquisa empreendeu esforços no estudo das Tecnologias Digitais (TDs) na formação de futuros professores de Matemática na modalidade a distância, e foi conduzida pela seguinte questão: como as Tecnologias Digitais são metodologicamente abordadas pelos professores no Curso de Licenciatura em Matemática, na modalidade a distância, da Universidade Federal de Uberlândia? Buscando resposta a esse questionamento, foram propostos os objetivos: analisar como professores organizaram o ensino das suas disciplinas abordando as TDs, e analisar como os licenciandos e tutores avaliaram essa abordagem. Como metodologia, a partir da abordagem da pesquisa qualitativa, realizou-se entrevistas com professores e propôs-se questionários aos licenciandos e tutores. Os resultados evidenciaram a importância da proposição de situações formativas que não apenas apresentem as TDs aos licenciandos, mas, também, que permita-os construir conhecimentos sobre sua integração, enquanto ferramentas de ensino, na sala de aula de Matemática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Gonçalves, E. H. ., & Marco, F. F. de. (2020). A utilização de tecnologias digitais no Curso de Licenciatura em Matemática PARFOR/EaD da Universidade Federal de Uberlândia. Ensino Em Re-Vista, 27(1), 369–395. https://doi.org/10.14393/ER-v27n1a2020-16
Seção
ARTIGOS DE DEMANTA CONTÍNUA

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. Plano Nacional de Formação dos Professores da Educação Básica. Brasília: MEC, 2009.

CANTINI, M. C. et al. O desafio do professor frente as novas tecnologias. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 6., 2006, Curitiba. Anais... Curitiba: PUC/PR, 2006. p.875-883.

CARNEIRO, R. F.; PASSOS, C. L. B. A utilização das Tecnologias da Informação e Comunicação nas aulas de Matemática: limites e possibilidades. Revista Eletrônica de Educação, São Carlos, v.8, n.2, p.101-119, 2014.

CHASSOT, A. Alfabetização científica: uma possibilidade para a inclusão social. Revista Brasileira de Educação, s/v, n.22, p.89-100, 2003.

FARIA, A. A.; SALVADORI, A. A Educação a Distância e seu movimento histórico no Brasil. Revista das Faculdades Santa Cruz, Curitiba, v.8, n.1, p.15-22, 2010.

FIORENTINI, D; LORENZATO, S. Investigação em educação matemática: percursos teóricos e metodológicos. 2. ed. Campinas: Autores Associados, 2007.

FREITAS, M. T. M. Formação de professores de Matemática: cuidados essenciais nas relações de aprendizagem em contexto EaD. Acta Científica, Patos de Minas, v.6, n.6, p.245-255, 2014.

GONÇALVES, E. H. A utilização de tecnologias digitais no curso de Licenciatura em Matemática PARFOR/EaD da Universidade Federal de Uberlândia. 2018. 205f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2018.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

KENSKI, V. Tecnologias e Ensino Presencial e a Distância. Campinas: Papirus, 2012.

LOPES, R. P. Formação para uso das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação nas licenciaturas das Universidades Estaduais Paulistas. 2010. 226 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Presidente Prudente, 2010.

MINAYO, M. C. S. O desafio da pesquisa social. In: DESLANDES, S. F.; GOMES, R.; MINAYO, M. C. S. (Org.). Pesquisa Social. 29. ed. Petrópolis: Vozes, 2010. p.9-29.

MOORE, M.; KEARSLEY, G. Educação a Distância. São Paulo: Cengage, 2008.

MOURA, M. O. et al. A atividade orientadora de ensino com unidade entre ensino e aprendizagem. In: MOURA, M. O. (Org.). A atividade pedagógica na teoria histórico-cultural. 2. ed. Campinas: Autores Associados, 2016. p.93-125.

NEVES, C. M. C. A educação a distância e a formação de professores. In: ALMEIDA, M. E. B.; MORAN, J. M. (Orgs.). Integração das Tecnologias na Educação. Brasília: SEED/MEC, 2005. p.211-221.

PONTE, J. P.; OLIVEIRA, H.; VARANDAS, J. M. O contributo das tecnologias de informação e comunicação para o desenvolvimento do conhecimento e da identidade profissional. In: FIORENTINI, D. (Org.). Formação de professores de matemática. Campinas: Mercado de Letras, 2003. p.159-192.

RESENDE, R. L. S. M. Avaliação processual e formativa na Educação à Distância. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA, 11., 2004, Salvador. Anais... Salvador: ABED, 2004. p.1-10.

ROSINI, A. M. As Novas Tecnologias da Informação e a Educação a Distância. 2. ed. São Paulo: Cengage, 2014.

SCHILLER, J.; LAPA, A. B.; CERNY, R. Z. Ensinar com as tecnologias de informação e comunicação: retratos da docência. E-curriculum, São Paulo, v.7, n.1, p.1-19, 2011.

SILVA, S. F. Licenciatura em Matemática na modalidade a distância do Instituto Federal do Triângulo Mineiro. 2015. 143 f. Dissertação (Mestrado em Tecnologias, Educação e Comunicação) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2015.

TAVARES, N. S.; FONSECA, D. G. Avaliação nas aulas de educação física em escolas de Viamão/RS. Revista Didática Sistêmica, Rio Grande, v.16 n.1, p.113-127, 2014.

ZABEL, M.; ALMEIDA, H. R. F. L. Um retrato da formação online do professor de Matemática. In: BORBA, M. C.; ALMEIDA, H. R. F. L. (Orgs.). As Licenciaturas em Matemática da Universidade Aberta do Brasil (UAB): uma visão a partir da utilização das Tecnologias Digitais. São Paulo: Livraria de Física, 2015. p.29-47.

ZABEL, M.; MALHEIROS, A. P. S. A formação inicial do professor na modalidade a distância para o uso das tecnologias digitais no ensino de matemática: o caso de uma disciplina de prática de ensino. Alexandria, Florianópolis, v.8, n.3, p.113-130, 2015.