ANÁLISE DA PERCEPÇÃO AMBIENTAL COMO SUBSÍDIO À GESTÃO NO MUNICÍPIO DE PARACURU – CE

Autores

  • Cristiano da Silva Rocha Universidade Estadual do Ceará
  • Fábio Perdigão Vasconcelos Universidade Estadual do Ceará
  • Maria Bonfim Casemiro Universidade Estadual do Ceará
  • Maryane Andrade Ribeiro Universidade Estadual do Ceará
  • Otávio Augusto de Oliveira Lima Barra Universidade Estadual do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG228456716

Palavras-chave:

Cognitivo Ambiental, População, Gestores, Zona costeira, Paracuru

Resumo

A percepção ambiental consiste numa forma de se analisar os problemas ambientais a partir da visão cognitiva dos atores sociais envolvidos, procurando perpassar a mera observação mecanicista e assistemática das questões ambientais. Diante disso, o artigo tem como objetivo geral avaliar a percepção ambiental e suas contribuições para a gestão do município de Paracuru, Ceará. Baseando-se na metodologia proposta por Minayo et al. (2005), foram aplicados 100 questionários relacionados ao universo de 8770 domicílios ocupados de forma permanente. O mesmo procedimento foi executado com a gestão ambiental do município. Os resultados apontaram que, de maneira geral, os agentes reconhecem problemas ambientais e a vulnerabilidade dos ambientes. Por outro lado, os gestores acrescentam como problemas a pressão por carcinicultura ilegal, falta de incentivo à fiscalização ambiental, bem como o cumprimento precário dos critérios para o município licenciar. Além disso, comprovou-se a imprescindível necessidade da participação popular na fiscalização e cobrança das melhorias sociais e ambientais. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristiano da Silva Rocha, Universidade Estadual do Ceará

Graduação (2013) e Mestrado(2020) em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará - UECE. Integrante do Grupo de Pesquisa e Laboratório de Gestão Integrada da Zona Costeira - LAGIZC (UECE). Tem experiência em Geociências com ênfase em Geografia ambiental, atuando principalmente nas temáticas: Vulnerabilidade socioambiental, análise de processos erosivos, percepção de problemas socioambientais e planejamento ambiental em municípios costeiros. Atualmente, é também professor de Geografia efetivo da Secretária de Educação do Estado do Ceará (SEDUC).

Fábio Perdigão Vasconcelos, Universidade Estadual do Ceará

Graduado em Engenharia de Pesca pela Universidade Federal do Ceará- UFC (1979), com Especialização em Oceanografia pela Universidade de São Paulo USP (1984), Doutorado em Ciências da Terra com ênfase em Oceanografia Ambiental Costeira pelo Instituto de Ciências e Técnicas da Universidade de Nantes na França (1992) e Pós-Doutorado em Geografia na área de Gestão Integrada da Zona Costeira no Laboratório de Geografia, Litoral e Mar do Instituto de Geografia e Planejamento Regional da Universidade de Nantes na França (2003). Professor Associado da Universidade Estadual do Ceará, atuando na Graduação em Geografia com a Disciplina de Oceanografia. Fundador e Professor Permanente do Mestrado e Doutorado em Geografia da UECE (Nota 4 CAPES) com as disciplinas de Gestão Integrada da Zona Costeira e Seminários de Tese. Atua nas Especializações em Planejamento e Gestão Ambiental, e Turismo e Meio Ambiente da UECE com as disciplinas de Dinâmica de Sistemas Litorâneos e Impactos Sócioambientais do Turismo Litorâneo. Atualmente é Coordenador do Mestrado Profissional em Turismo da UECE. Coordenador e Líder do Grupo de Pesquisa do Laboratório de Gestão Integrada da Zona Costeira (LAGIZC), certificado pela UECE e cadastrado no CNPq. Tem experiência profissional e publicações de livros, artigos científicos e trabalhos técnicos na área ambiental costeira com ênfase em gestão integrada, análise de impactos ambientais, perícia ambiental, oceanografia costeira, dinâmica costeira, poluição ambiental e impactos do turismo litorâneo. Atualmente é Presidente da Comissão Executiva de Concursos e Vestibulares da UECE - CEV.

Maria Bonfim Casemiro, Universidade Estadual do Ceará

Doutoranda em Geografia - Programa de Pós-Graduação em Geografia - Mestre em Geografia (2017) pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará - PROPGEO/UECE - com área de concentração em Análise Geoambiental e Ordenação do Território nas regiões semi-áridas e litorâneas. Especialista em Geografia: Educação ambiental (2018). Graduada em Geografia Licenciatura (2014) - UECE - . Atualmente é pesquisadora do Grupo de Pesquisa Gestão Integrada da Zona Costeira/CNPQ e membro do Laboratório de Gestão Integrada da Zona Costeira - LAGIZC (PropGeo/UECE); Tem experiência em Geociências com ênfase em Geografia Ambiental atuando principalmente nos seguintes temas: Avaliação de impactos ambientais em zonas costeiras; Gestão costeira integrada; Gestão Ambiental e Educação Ambiental.

Maryane Andrade Ribeiro, Universidade Estadual do Ceará

Graduada em Geografia/Bacharelado pela Universidade Estadual do Ceará - UECE (2018). Integrante do Grupo de Pesquisa "Gestão Integrada da Zona Costeira" e Pesquisadora do Laboratório de Gestão Integrada da Zona Costeira- LAGIZC (PropGeo/UECE). Tem experiência em Geociências com ênfase em Geografia Física e atuando nos seguintes temas: Gestão Integrada da Zona Costeira, Ciências Ambientais, Educação Ambiental, Turismo Sustentável, Avaliação de Impactos Ambientais, Unidades de Conservação (UCs), Legislação e Direito Ambiental,Geotecnologias, Geoprocessamento, Clima Urbano. Atualmente trabalha como Consultora Ambiental (com Registro no CREA), participa dos Programas de Automonitoramento de Proteção Costeira e Sedimentar da Central Eólica da Praia do Morgado no Município de Acaraú/CE (LAGIZC/UECE),do Automonitoramento de Proteção Costeira e Sedimentar da Central Eólica Volta do Rio no Município de Acaraú/CE (LAGIZC/UECE) e do Monitoramento Ambiental dos Aterros das Praias de Iracema e Beira Mar de Fortaleza.

Otávio Augusto de Oliveira Lima Barra, Universidade Estadual do Ceará

Graduação (2013) e Mestrado (2015) em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará. Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da UECE; Área de concentração: Análise geoambiental e ordenação do território nas regiões semiáridas e litorâneas. Tem experiência em Geociências com ênfase em Geografia Física e meio ambiente, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão costeira integrada; metodologias para avaliação do gerenciamento costeiro; planejamento ambiental costeiro, ordenamento territorial de zonas litorâneas, dinâmica costeira; gestão ambiental portuária; epistemologia em geografia física. Tendo atuado como estagiário e consultor de projetos de monitoramento ambiental de obras costeiras. Pesquisador do Grupo de Pesquisa Gestão Integrada da Zona Costeira (CNPq). Professor das Redes Básica e Superior de Ensino.

Downloads

Publicado

15-12-2021

Como Citar

ROCHA, C. da S.; VASCONCELOS, F. P. .; CASEMIRO, M. B. .; RIBEIRO, M. A. .; BARRA, O. A. de O. L. . ANÁLISE DA PERCEPÇÃO AMBIENTAL COMO SUBSÍDIO À GESTÃO NO MUNICÍPIO DE PARACURU – CE . Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 22, n. 84, p. 101–118, 2021. DOI: 10.14393/RCG228456716. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/56716. Acesso em: 5 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos