MAPEAMENTO DE USO E COBERTURA DA TERRA E ANÁLISE DA ESTRUTURA DA PAISAGEM NA BACIA DO RIO URAIM

Autores

  • Lucimar Costa Pereira Universidade do Estado do Pará
  • Arlete Silva de Almeida Museu Paraense Emílio Goeldi
  • Bruno Monteiro Ferreira Museu Paraense Emílio Goeldi
  • Wanja Janayna de Miranda Lameira
  • Sabrina Pereira de Assunção https://orcid.org/0000-0002-2642-2709

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG217551521

Palavras-chave:

Classes, Métricas, Fragmentos

Resumo

A pesquisa objetiva mapear e analisar o uso e cobertura da terra e a estrutura da paisagem florestal, a partir de fragmentos florestais (manchas) e métricas de paisagem na bacia do rio Uraim, Paragominas-PA. A classificação de uso e cobertura foi realizada no software ENVI v. 5.3 com aplicação do algoritmo de Máxima verossimilhança (MAXVER). Já os fragmentos florestais foram analisados a partir de métricas de paisagem, no software ArcMap v. 10.5. A classificação indicou que, as classes com maior predomínio na área da bacia do Uraim eram floresta primária (27,50%), vegetação secundária (21,46%) e agricultura (17,68%). O mapeamento das áreas florestadas contabilizou 29.504 fragmentos na bacia. A maior parte dos remanescentes florestais da bacia do Uraim são compostos por fragmentos muito pequenos. Os fragmentos maiores apresentaram menor efeito de borda em relação aos menores, entretanto, as métricas de forma indicaram irregularidade mais acentuada para os fragmentos com maior área. Nesse contexto, vale ressaltar que o perfil de desenvolvimento de atividades agropecuárias na bacia do Uraim é o fator chave para a fragmentação florestal e a análise desses fragmentos contribui como auxílio na tomada de decisões para melhor gestão da bacia, considerando a necessidade de corredores ecológicos. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucimar Costa Pereira, Universidade do Estado do Pará

Graduanda em Engenharia Ambiental-Universidade do Estado do Pará- Centro de Ciências Naturais e Tecnologia-CCNT, Departamento de Engenharia Ambiental.

Arlete Silva de Almeida, Museu Paraense Emílio Goeldi

Doutora em Ciências Ambientais pela Universidade Federal do Pará-UFPa, Mestre em Ciências Florestais pela Universidade Federal Rural da Amazônia-UFRA e Graduada em Geografia (Bacharelado e Licenciado plena em Geografia) pela Universidade Federal do Pará-UFPa. Atualmente é Tecnóloga do Ministério de Ciências e Tecnologia lotada Museu Paraense Emílio Goeldi. Tem experiência com Análises Ambientais, Recursos Florestais, Cartografia e Geoprocessamento.

Bruno Monteiro Ferreira , Museu Paraense Emílio Goeldi

Engenheiro Florestal formado pela Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), atuou Professor Substituto na área de Geotecnologias na (UFRA), possui Especialização em Georreferenciamento de Imóveis Rurais pelo Instituto de Pós-Graduação e Cursos (IPGC) e Mestrado em Ciências Florestais pela (UFRA), com linha de Pesquisa voltada para as áreas de Sensoriamento Remoto, Geoprocessamento, Silvicultura e Manejo Florestal. Exerce consultoria nas áreas de Recursos Florestais, Foto-Interpretação de imagens orbitais, análise ambiental, Georreferenciamento de Imóveis Rurais, Topografia, Cartografia e afins.

Wanja Janayna de Miranda Lameira

Doutora em Ciências Ambientais (2016). Mestre em Ciências: Geografia Humana pela Universidade de São Paulo (2009). Geógrafa, Bacharel e Licenciada (2001) pela Universidade Federal do Pará. Participou da Comissão Científica do VII Simpósio de Estudos e pesquisa em Ciências Ambientais na Amazônia (2018). Atualmente está vinculada ao Programa de Capacitação Institucional ? PCI como Pesquisador/Bolsista no Museu Emílio Goeldi ? MPEG, financiado pelo CNPq (n° processo: 300322/2019-4). Tem experiência em Geografia física, geotecnologias, indicadores de sustentabilidade e mudanças no uso da terra na Amazônia Paraense.

Sabrina Pereira de Assunção

Graduação em andamento em Engenharia Ambiental.
Universidade do Estado do Pará, UEPA, Brasil.

Downloads

Publicado

31-05-2020

Como Citar

COSTA PEREIRA, L.; SILVA DE ALMEIDA, A.; MONTEIRO FERREIRA , B.; DE MIRANDA LAMEIRA, W. J.; PEREIRA DE ASSUNÇÃO, S. MAPEAMENTO DE USO E COBERTURA DA TERRA E ANÁLISE DA ESTRUTURA DA PAISAGEM NA BACIA DO RIO URAIM. Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 21, n. 75, p. 225–239, 2020. DOI: 10.14393/RCG217551521. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/51521. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos