FATORES QUE CONTROLAM A TEMPERATURA DE SUPERF͍CIE DOS SOLOS DO NOROESTE DO PARANÁ

Autores

  • Otávio Cristiano Montanher Universidade Estadual de Maringá
  • Danilo Rafael Bastos Rezende Espíndola

Palavras-chave:

Substrato Geológico, Palha, Umidade do Solo, Sensoriamento Remoto, Interpretação de Imagens.

Resumo

Este artigo apresenta um estudo da temperatura de superfície de solos da região noroeste do Estado do Paraná. Essa região possui duas formações rochosas predominantes: formação Caiuá (Kc) e formação Serra Geral (JKsg). Os solos que se desenvolvem sobre essas formações possuem texturas arenosas e argilosas. Formulou-se a seguinte questão: em total exposição, tais solos possuem diferentes valores de temperatura de superfície? Adicionalmente, também foi avaliado o papel térmico da cobertura vegetal que permanece sobre o solo após as colheitas, sistema este denominado como plantio direto. Buscou-se compreender se essa cobertura provoca alguma variação na temperatura dos solos. Foi utilizada uma abordagem a partir de sensoriamento remoto e testes estatísticos. Os resultados mostram que: a) quando os solos arenosos e argilosos estão totalmente expostos, os solos arenosos possuem maiores valores de temperatura de superfície; b) a presença de cobertura vegetal morta provoca uma diminuição na temperatura, tanto dos solos arenosos quanto dos argilosos; c) quando os dois tipos de solos avaliados estão cobertos com palha, não há diferenças significativas entre suas temperaturas. Esses resultados evidenciam os fortes controles do material parental e da cobertura de palha sobre a temperatura de superfície dos solos da região noroeste do Paraná.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Otávio Cristiano Montanher, Universidade Estadual de Maringá

Departamento de Tecnologia

Danilo Rafael Bastos Rezende Espíndola

Engenheiro Ambiental

Downloads

Publicado

21-06-2017

Como Citar

MONTANHER, O. C.; ESPÍNDOLA, D. R. B. R. FATORES QUE CONTROLAM A TEMPERATURA DE SUPERF͍CIE DOS SOLOS DO NOROESTE DO PARANÁ. Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 18, n. 62, p. 59–72, 2017. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/35256. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos