Estudo preliminar sobre trabalhos de campo na perspectiva da educação inclusiva: um desafio para os futuros professores de Geografia

Autores

  • Ecione Maria da Silva Universidade Federal de Uberlândia
  • Adriany de Melo Universidade Federal de Uberlândia

Palavras-chave:

Formação de professores, Educação Especial e Inclusiva, Trabalho de Campo.

Resumo

A partir da segunda metade do século XX tem-se observado uma grande preocupação em desenvolver uma metodologia adequada que permita aos alunos com deficiência se incluírem no sistema educacional, garantindo assim, um aprendizado com qualidade. Sendo o espaço com suas relações sociais, o objeto de estudo da Geografia, torna-se necessário inserir esta disciplina no contexto da educação inclusiva, contribuindo para a formação de uma sociedade mais justa e humana. Portanto este trabalho busca discutir a acessibilidade ao Trabalho de Campo na Geografia para os alunos com deficiência física, uma vez que esta atividade constitui em uma importante ferramenta para a construção do conhecimento geográfico e estes alunos acabam sendo excluídos de tais atividades devido à falta de veículos adaptados e às dificuldades de acesso em certos locais. Para que fosse possível a realização desse trabalho, fez-se uma pesquisa bibliográfica sobre os temas "trabalho de campo e educação especial/inclusivaâ€?, bem como a disponibilidade de transporte adaptado na Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Foi levantado também o número de alunos com algum tipo de deficiência matriculados na instituição em 2006 e a análise de Projetos de Trabalho de Campo realizados no Curso de Graduação em Geografia da UFU. O objetivo desse trabalho será, portanto, apresentar aos futuros e atuais professores, alternativas para melhoria de sua formação profissional, na perspectiva da Educação Inclusiva, levando-os a refletir sobre a necessidade de o professor estar preparado para planejar suas atividades, criando técnicas, roteiros acessíveis e utilizando veículos adaptados que permitam a todos os alunos, participarem das atividades programadas, respeitando o direito a igualdade de oportunidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ecione Maria da Silva, Universidade Federal de Uberlândia

Graduanda em Geografia. Bolsista PIBEG-UFU-2006/2007

Adriany de Melo, Universidade Federal de Uberlândia

Graduada em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia em 1997; Mestre em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia, em 2001, Doutora em Geografia, pela Univesidade Federal do Rio de Janeiro em 2006. Coordenadora do Laboratório de Ensino de Geografia do Instituto de Geografia - UFU; Orienta estudantes de Graduação e Pós-Graduação em Geografia nas áreas de Ensino de Geografia, Formação Docente, Cartografia Escolar e Educação Especial e Inclusiva .

Downloads

Publicado

17-04-2008

Como Citar

Silva, E. M. da, & Melo, A. de . (2008). Estudo preliminar sobre trabalhos de campo na perspectiva da educação inclusiva: um desafio para os futuros professores de Geografia. Caminhos De Geografia, 9(25). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/15621

Edição

Seção

Artigos